26°

Tempo limpo

Parauapebas, PA

POLÍCIA INVESTIGAÇÃO

Polícia inicia reconstituição da morte de tatuadora junto aos suspeitos do crime

Flávia Alves Bezerra, de 26 anos, desapareceu e foi encontrada 11 dias depois em uma cova rasa em Jacundá.

18/06/2024 às 12h19 Atualizada em 19/06/2024 às 12h03
Por: Redação Fonte: g1 PA
Compartilhe:
Polícia inicia reconstituição da morte de tatuadora junto aos suspeitos do crime

Uma reconstituição simulada do assassinato da tatuadora Flávia Alves foi iniciada pela Polícia Civil na residência do casal suspeito de cometer o crime, no município de Marabá, região sudeste do estado.

A vítima desapareceu no dia 14 de abril e foi encontrada morta 11 dias depois, enterrada em uma cova rasa, na cidade de Jacundá, também na região sudeste do estado, mas distante cerca de 114 km da região onde morava.

A remontagem do crime ocorreu nesta segunda-feira (18) e segundo a polícia é uma peça fundamental para entender a dinâmica que levou o assassinato da vítima.

Continua após a publicidade
Anúncio

Um grupo de peritos de Belém participou da ação e fizeram analises no condomínio onde o casal Willian Araújo Sousa e Deidyelle de Oliveira, moravam quando o crime ocorreu.

Além dos agentes, a suspeita Deidyelle de Oliveira e o irmão dela que é investigado por ajudar na ocultação do cadáver, também participaram da reconstituição, acompanhados de advogados.

Os irmãos respondem em liberdade, já o principal suspeito do crime, Willian Araújo, não participou da simulação e continua preso. A reconstituição também foi realizada onde o corpo da vítima foi encontrado, em Jacundá.

Relembre o caso
A tatuadora Flávia Alves Bezerra, de 26 anos, saiu de casa para ir a um bar com amigos e desapareceu no dia 14 de abril, em Marabá.

Após o desaparecimento da jovem, a família registrou um boletim de ocorrência e informou que ela foi vista pela última vez saindo do bar com um amigo, por volta das 6h.

O amigo era Willian Araújo Sousa que no primeiro depoimento informou que não lembrava do que ocorreu em razão do elevado estado de embriaguez alcoólica.

Durante as investigações, a Polícia Civil colheu imagens de circuitos de câmera de monitoramento a fim de delimitar o trajeto utilizado pelo veículo e o perímetro em que a vítima e o suspeito estiveram.

Depois da confirmação do crime, Willian Araújo Sousa foi intimado e se entregou espontaneamente na delegacia. Em seguida as investigações apontaram que Deidyelle de Oliveira também participou do assassinato.

A mulher detalhou que ajudou na ocultação do cadáver e informou a polícia onde o corpo da vítima estava. Segundo os policiais, o local em que o corpo estava era de difícil acesso e os agentes precisaram desenterrar a vítima.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
MARABÁ - PA
MARABÁ - PA
Sobre o município É um município brasileiro localizado no sudeste do estado do Pará, Região Norte do país. Sua localização tem, por referência, o ponto de encontro entre dois grandes rios, Tocantins e Itacaiúnas, formando uma espécie de "y" no seio da cidade vista de cima. A sede municipal é formada basicamente por seis núcleos urbanos interligados por rodovias.
Parauapebas, PA Atualizado às 19h04 - Fonte: ClimaTempo
26°
Tempo limpo

Mín. 22° Máx. 36°

Qui 36°C 23°C
Sex 36°C 21°C
Sáb 36°C 20°C
Dom 37°C 21°C
Seg 37°C 22°C
Anúncio
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio