Quarta, 05 de Outubro de 2022
29°

Poucas nuvens

Parauapebas - PA

Dólar
R$ 5,21
Euro
R$ 5,15
Peso Arg.
R$ 0,03
POLÍCIA ATROPELAMENTO

Estudante é atropelada ao atravessar fora da faixa de pedestres em Marabá

O acidente aconteceu nesta terça-feira (20), no semáforo da Folha 33, em Marabá, sudeste do Pará.

20/09/2022 às 15h15
Por: Redação Fonte: Debate Carajás
Compartilhe:
| Reprodução
| Reprodução

No final da manhã desta terça-feira, 20, Nádia Silva Pinheiro, 14 anos, foi atingida por um mototaxista por volta das 12 horas, na altura do semáforo da Folha 33, na Nova Marabá, em Marabá.

De acordo com informações do mototaxista envolvido no acidente, Edson Barbosa dos Santos, a jovem estava atravessando fora da faixa de pedestres.

“Eu estava descendo aqui (sentido saída da rodoviária para o Núcleo Cidade Nova) e só olhei pra rodovia pra ver se vinha carro, quando vi ela estava atravessando. Uma ficou e a outra atravessou. Infelizmente uma fatalidade. Ainda bem que eu estava a 40km/h”, disse o mototaxista.

Nádia Silva foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada com vida para o Hospital Municipal de Marabá.

A mãe da jovem atingida pela moto, Marlucia Viana Silva, estava no local e conversou também com a  reportagem do Portal Correio.

Elas são moradoras da Folha 33, e a filha é estudante da Escola Municipal O Pequeno Príncipe. “Ela está viva. Graças a Deus!”, resumiu a mãe.

O mototaxista também se machucou. Com a colisão, ele caiu da moto e teve ferimentos leves. O mototaxista, em entrevista ao Portal Correio de Carajás, lamentou a falta de instrução em respeitar às leis de trânsito.

“As crianças tinham que atravessar na faixa, e não aqui. Era pra ter uma passarela aqui ou então é falta de informação pra orientar que eles têm de atravessar na faixa e não aqui no meio”, finaliza.

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal esteve no local para controlar o trânsito que ficou parcialmente interditado

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários