Domingo, 07 de Agosto de 2022
25°

Poucas nuvens

Parauapebas - PA

Dólar
R$ 5,17
Euro
R$ 5,26
Peso Arg.
R$ 0,04
ENTRETENIMENTO Entretenimento

Qual a importância do desenvolvimento artístico para as crianças?

Pesquisa da OMS destaca papel da arte para a saúde mental e física das pessoas; especialista explica como o desenvolvimento artístico favorece as h...

02/08/2022 às 11h45
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Segundo um relatório lançado pelo Escritório Regional para a Europa da OMS (Organização Mundial da Saúde) em 2019. o envolvimento com a arte pode ser benéfico para a saúde mental e física.

A análise considerou evidências de mais de 900 publicações globais que investigam como as atividades artísticas podem colaborar para a promoção do bem-estar e para a prevenção de problemas de saúde, além de ajudar indivíduos de todo o mundo que convivem com problemas físicos e mentais.

Para Junior Kenupp, diretor artístico da Forum Model Management - empresa que atua com agenciamento, capacitação e desenvolvimento artístico -, para além dos aspectos destacados pela agência especializada em saúde, o desenvolvimento artístico pode auxiliar no crescimento das crianças.

“As artes sempre estiveram envolvidas nas atividades das pessoas desde a pré-história. Essas formas artísticas de expressar são uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento da criatividade, do pensamento crítico, do autoconhecimento e da independência emocional”, afirma.

Kenupp explica que quando uma pessoa realiza qualquer atividade artística, seu cérebro é forçado a se comportar de forma fora do convencional, o que promove o desenvolvimento do mesmo e,  por extensão, o corpo acompanha esse movimento.

“Para uma criança, conhecer o próprio corpo é fundamental, pois é a partir dele que desenvolvemos a nossa autoconfiança. Uma vez que estamos confortáveis com o nosso corpo, conhecendo todas as suas funcionalidades, capacidades e limites, conseguimos nos posicionar na sociedade de uma forma muito mais completa”, articula.

De acordo com Kenupp, são inúmeras as atividades artísticas que as crianças podem executar: “Temos as atividades mais físicas, como a dança - em todos os ritmos -, o teatro, que abrange tanto a fala quanto a expressão corporal e, até mesmo, as aulas para modelos, que envolvem elementos como poses fotográficas e passarela”, pontua.

Para o especialista, as atividades manuais, como desenhos, artesanato e esculturas também merecem destaque. E aquelas que envolvem música são uma alternativa para desenvolver habilidades por meio do canto e de instrumentos musicais.

Desenvolvimento artístico favorece habilidades interpessoais

Segundo o diretor artístico da Forum Model Management, podem ser percebidas uma série de diferenças entre uma criança que cresce no âmbito artístico e outras que não têm acesso a esse meio.

“A principal diferença está no nível de dificuldade para realizar atividades específicas. Por exemplo, uma pessoa que não teve um desenvolvimento artístico vai ter muito mais dificuldades de interação na escola e futuramente no ambiente de trabalho, as chamadas habilidades interpessoais”, analisa.

A afirmação de Kenupp faz referência a soft skills, habilidades que são analisadas por profissionais de RH (Recursos Humanos) para identificar características específicas de um profissional. Segundo a CarrerBuilder, plataforma de empregos norte-americana, as dez habilidades pessoais mais procuradas pelas organizações são: princípios éticos; confiança, atitude positiva, motivação, trabalho em equipe, organização e gestão do tempo, capacidade de trabalhar sob pressão, comunicação, flexibilidade e segurança.

Além do mais, prossegue o especialista, as atividades artísticas também podem ajudar as crianças na solução de problemas, tanto grandes como pequenos. “Uma pessoa sem um desenvolvimento artístico vai ter uma capacidade reduzida na improvisação, inovação, visão limitada de situações e falta de perspectiva, entre outros problemas, uma vez que a criatividade não foi estimulada - o que pode gerar frustração e depressão”.

Para concluir, Kenupp destaca que adultos que foram privados de atividades artísticas na infância podem buscar o desenvolvimento dessas habilidades. “A atividade artística sempre apresenta benefícios, sendo iniciada em qualquer idade, mas é claro que, quanto mais cedo ela for iniciada, melhor”.

Para mais informações, basta acessar: https://www.aforum.com.br/

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários