Domingo, 07 de Agosto de 2022
25°

Poucas nuvens

Parauapebas - PA

Dólar
R$ 5,17
Euro
R$ 5,26
Peso Arg.
R$ 0,04
POLÍCIA FOI PRESO

Guarda Municipal é preso por tentativa de feminicídio em Parauapebas

Ele foi preso no final da manhã desta quarta-feira (20.07), após a Justiça decretar a prisão preventiva.

20/07/2022 às 17h08
Por: Redação Fonte: Native News Carajás
Compartilhe:
| Reprodução
| Reprodução

O guarda municipal Robson Leite Gomes, de 37 anos, lotado na Guarda Municipal de Parauapebas (GMP), no sudeste do Pará, foi preso no final da manhã desta quarta-feira (20.07) após ter a prisão preventiva decretada pela 2ª Vara Criminal de Parauapebas por tentativa de feminicídio. O guarda é acusado de agredir a jovem Mônica Alves Oliveira, crime ocorrido no último sábado (16.07) na saída de uma casa noturna localizada no Bairro Cidade Jardim.

O guarda, natural de Marabá, foi preso pela Polícia Civil, com o acompanhamento da Corregedoria da Guarda Municipal, na casa dele, no Parque dos Carajás 2, e conduzido para a 20ª Seccional Urbana de Parauapebas. Após o exame de corpo de delito, ele será encaminhado para o Sistema Penal e deve ser transferido para o Centro de Recuperação Regional Coronel Anastácio das Neves (CRCAN), em Belém, que é destinado a servidores públicos.

Robson Leite é acusado por Monika Lavine de a tê-la agredido, após ela ter se recusado a ficar com ele na casa noturna, onde se divertia. A jovem sofreu em corte na testa, que precisou levar pontos, e também teve outras lesões no corpo, após cair no chão devido à agressão sofrida. O agente nega agressão.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), que tem à frente a delegada Ana Carolina.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários