22°

Chuvas esparsas

Parauapebas, PA

Geral CULTURA

Projeto Leitura Dramática do Theatro da Paz apresenta o espetáculo 'Lapsus'

Escrito por Mário Zumba e dirigido por Marton Maués, o trabalho da Cia. 2 de Teatro aborda a relação de pai e filho em meio a dramas pessoais

17/02/2024 às 16h22
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Crédito: Jader Paes / Ag.Pará - Arquivo
Crédito: Jader Paes / Ag.Pará - Arquivo

A Cia. 2 de Teatro é o grupo convidado para participar da primeira ação do Projeto Leitura Dramática, com a leitura do espetáculo "Lapsus", dramaturgia de Mário Zumba e direção de Marton Maués. A apresentação será no dia 20 de fevereiro (terça-feira), as 18 h, no foyer do Theatro da Paz, em Belém. Com entrada franca, o evento é uma iniciativa do Governo do Pará, por intermédio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e da direção do Theatro da Paz.

O Projeto "Leitura Dramática" ocorrerá a cada dois meses no foyer do Theatro da Paz. A leitura dramática consiste em uma forma especial de apresentar uma peça teatral, na qual os atores priorizam a interpretação dos diálogos e a expressão emocional dos personagens. Segundo Edyr Proença, diretor do TP, esse gênero teatral desperta no público o encantamento com as palavras transformadas em vida, em um ambiente intimista e acolhedor. "Em cada edição, exploraremos novas narrativas e mergulharemos no universo da interpretação teatral de forma singular, envolvendo a audiência", informou o diretor. Foyer do Theatro da Paz receberá o Projeto Leitura Dramática

Mário Zumba e Marton Maués também atuarão na leitura, que retrata a relação entre um idoso com doença de Alzheimer e seu filho, que havia sido expulso de casa na juventude por sua orientação sexual e retornou para cuidar do pai.

Continua após a publicidade
Anúncio

O drama, premiado no Edital Obras Literárias/2023 da Fundação Cultural do Pará (FCP), tem uma duração aproximada de 35 minutos, sendo recomendado para maiores de 16 anos. A peça coloca os dois personagens revisitando a história da relação, relembrando momentos de afeto e mágoa na busca por redenção. Conforme Mário Zumba, é uma narrativa de dor, perdão e amor. "O texto representa um passado que clama por uma nova perspectiva, e temos a certeza de que o público se identificará e interagirá conosco. Estamos ansiosos", disse o autor.

Emoção- O Projeto Lapsus nasceu da leitura informal que os atores Marton Maués e Mário Zumba faziam para amigos na casa de Marton. A intenção era mostrar o texto recém-escrito pelo Mário - a partir de um argumento proposto por Marton -. para ver qual seria a reação dos ouvintes. Ao final da leitura, as pessoas estavam sempre emocionadas com a história ouvida, provocando naturalmente uma conversa a respeito dos assuntos tratados no texto. As percepções dos participantes apontaram caminhos valiosos para a montagem do espetáculo. Os atores perceberam que aqueles encontros poderiam ser mais elaborados, feitos nas casas de quem os convidasse. No início de janeiro de 2023 foi lançada a proposta, e logo surgiram os convites. Desde então, o projeto vem sendo apresentado em residências, jornadas pedagógicas, centros culturais, pousadas, livrarias e quintais, já tendo sido levado a diversas cidades.

Trajetórias- Nascido em Primavera, município do nordeste paraense, Mário Zumba é um artista que transita com facilidade pela literatura, teatro, artes plásticas, literatura de cordel e poesia. Ator, dramaturgo e escritor, teve suas peças encenadas em vários estados do Brasil.

Foi vencedor do XV Concurso Nacional de Dramaturgia Infantil - Prêmio Pedro Veiga, do Ministério da Cultura, com a peça "Cuidado com o tamanduá-bandeira". Publicou os livros infantis "Kukrã e o camaleão", "A história dos dois Moisés e a cobra-papagaio", e um de poesia, "Olhos de Letra" (poemas e aldravias), além de vários trabalhos em literatura de cordel.

Atualmente, é integrante do grupo Palhaços Trovadores e da Cia 2 de Teatro, onde atua sob a direção de Marton Maués nas montagens de "Meu amigo inglês" e "Lapsus", ambas de sua autoria.

Marton Maués tem 63 anos, é ator, palhaço, diretor e professor de teatro. Natural de Macapá, capital do Amapá, mora há 44 anos em Belém. Licenciado em Letras pela Universidade Federal do Pará (UFPA), fez especialização em Arte-educação na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG) e mestrado e doutorado em Artes Cênicas na Universidade Federal da Bahia (UFBA). É professor da Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará (ETDUFPA) há 29 anos.

Marton atua em teatro há 41 anos. Introduziu em Belém a linguagem do palhaço para o ambiente teatral, ao ministrar a primeira Oficina de Clown na ETDUFPA e criar o grupo Palhaços Trovadores, do qual é diretor há 26 anos.

Serviço: O Projeto Leitura Dramática apresenta o espetáculo “Lapsus”, na terça-feira (20), as 18h30, no foyer do Theatro da Paz. Entrada franca.

Texto: Úrsula Pereira - Ascom/Theatro da Paz

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Parauapebas, PA Atualizado às 02h05 - Fonte: ClimaTempo
22°
Chuvas esparsas

Mín. 22° Máx. 31°

Sex 31°C 23°C
Sáb 30°C 22°C
Dom 29°C 22°C
Seg 27°C 22°C
Ter 24°C 22°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio