22°

Chuvas esparsas

Parauapebas, PA

PARÁ INVESTIMENTO

Ministério do Turismo anuncia concessão de créditos para empreendimentos do Pará 

Iniciativa irá garantir maior fomento ao setor turístico, com geração de emprego e renda. Importância do turismo para a conservação ambiental foi ponto de destaque durante os "Diálogos Amazônicos".

07/08/2023 às 09h05 Atualizada em 07/08/2023 às 18h41
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Crédito: Marciney Costa/ Ascom Setur
Crédito: Marciney Costa/ Ascom Setur

Empreendimentos turísticos privados do estado do Pará serão beneficiados por concessão de créditos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), operado com verbas do Ministério do Turismo que conta com mais R$ 201 milhões para estados das cinco regiões do país. Os recursos contemplam nove instituições financeiras nacionais credenciadas, dentre elas, a Cresol Baser, que atende estados como Pará, Amazonas, Rondônia.

O anúncio foi feito no último domingo (06), em Belém, durante edição do projeto "Mtur Itinerante", que leva orientações sobre ações do Ministério do Turismo. O evento reuniu na capital paraense o ministro do Turismo, Celso Sabino; o presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Marcelo Freixo; o secretário da Secretaria Estadual de Turismo (Setur), Eduardo Costa, além de gestores municipais, estaduais e trade turístico.

O turismo representa 8% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. O titular da Setur, Eduardo Costa, pontuou que a preparação para a COP-30 já teve início, explanou sobre os desafios enfrentados para a realização dos eventos como "Diálogos Amazônicos" e Cúpula da Amazônia, e sobre linhas de crédito para a rede hoteleira paraense.

Continua após a publicidade
Anúncio

"Acreditamos que somos capazes de fazer a melhor COP de todos os tempos. O governador Helder assumiu esse desafio, mas não é só dele, é de todos nós. Precisamos ampliar a nossa rede hoteleira e estamos trabalhando para trazer a possibilidade de voos Belém-Panamá, e assim aumentar o acesso da América Central, EUA e Caribe a Belém", detalhou.

A realização de grandes eventos na capital paraense e o momento histórico que Belem está vivendo também foram abordados pelo presidente da Embratur, Marcelo Freixo. "O grande desafio da COP-30 não é organização do evento, é mudar o planeta, mas é a partir do que vamos fazer aqui na sentinela do Norte que vai nortear essa mudança. Simbolicamente, temos uma nova capital sendo construída aqui, com novo projeto de sustentabilidade" avaliou.

"O turismo é grande indústria do século 21, capaz de gerar emprego e renda. Porém, o mundo mudou seu hábito de consumo. Ninguém mais quer visitar locais que destroem o meio ambiente, que não respeitam suas populações originárias, que tenham racismo ou violência contra a mulher", complementou.

O ministro Celso Sabino apontou benefícios da COP 30 à visibilidade de Belém e da Amazônia como um todo. “Na COP, vão vir representantes de praticamente todas as nações do mundo para Belém. Vamos aproveitar essa oportunidade, especialmente o trade, o setor empresarial, e fazer com que esse legado da COP já sirva para que Belém seja, de forma efetiva, transformada em uma grande capital da Amazônia”, afirmou, destacando, também, a importância do turismo à conservação ambiental.

Fungetur -Com o apoio do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), as empresas do setor podem financiar, por exemplo, a realização de obras, obter capital de giro e adquirir máquinas e equipamentos, entre outras.

Além do anúncio de novas verbas do Fungetur, a edição do “MTur Itinerante” em Belém foi marcada por uma apresentação técnica sobre o funcionamento do Fundo ao trade turístico local.

Desde 05 de julho, uma portaria do MTur facilitou o acesso ao crédito, como a ampliação, para até R$ 15 milhões, do valor de operações para a compra de bens de capital e capital de giro, e do prazo de carência à aquisição de bens de capital, que passou de 12 para 30 meses.

Empreendimentos interessados em acessar o Fungetur, operados atualmente por um total de 24 instituições financeiras, devem estar inscritos no Cadastur, o Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos.

A lista de possíveis beneficiários do Fungetur engloba segmentos como meios de hospedagem, agências de turismo, transportadoras turísticas, organizadoras de eventos, parques temáticos, acampamentos turísticos, restaurantes, cafeterias, bares e similares.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Parauapebas, PA Atualizado às 02h05 - Fonte: ClimaTempo
22°
Chuvas esparsas

Mín. 22° Máx. 31°

Sex 31°C 23°C
Sáb 30°C 22°C
Dom 29°C 22°C
Seg 27°C 22°C
Ter 24°C 22°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio