Quarta, 01 de Fevereiro de 2023
21°C 25°C
Parauapebas, PA
Publicidade

Forças de Segurança fazem balanço da operação de captura de assaltantes de bancos em Garrafão do Norte

As forças de segurança identificaram e localizaram, na sexta-feira (2) e no sábado (3), na zona rural do município de Nova Esperança do Piriá, oito suspeitos envolvidos no crime.

05/12/2022 às 16h19
Por: Redação Fonte: Polícia Civil do Pará
Compartilhe:
Foto: Alex Ribeiro
Foto: Alex Ribeiro

Representantes das Forças de Segurança do Pará apresentaram, na manhã desta segunda-feira (5), os resultados da operação que culminou na identificação de oito pessoas envolvidas no roubo às agências bancárias do Banco do Estado do Pará (Banpará) e Caixa Econômica Federal. O crime ocorreu na madrugada do último dia 30 de novembro, em Garrafão do Norte, município do nordeste paraense.

As forças de segurança identificaram e localizaram, na sexta-feira (2) e no sábado (3), na zona rural do município de Nova Esperança do Piriá, oito suspeitos envolvidos no crime. Na ação policial, quatro pessoas foram presas e outras quatro foram a óbito, após resistirem à ação policial efetuando disparos contra os agentes, que reagiram em ato de defesa. Todos os presos já foram encaminhados à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), onde estão à disposição do Poder Judiciário.

Em entrevista coletiva, o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, destacou a resposta rápida à ação criminosa dada pelo Estado e apontou uma redução histórica registrada no Pará com relação aos crimes de roubo na modalidade "vapor" ou "novo cangaço".

“Nós apresentamos uma redução de quase 90% nessa modalidade criminosa no Pará. Passamos 1 ano e 8 meses sem qualquer ocorrência dessa natureza. Conseguimos prevenir esse tipo de crime e, quando ele vem a ocorrer, estamos dando respostas rápidas e eficientes, à altura do que a sociedade espera das forças policiais", afirmou o secretário.

A força-tarefa também apreendeu 16 armas, sendo 14 armas longas e duas armas curtas, além de mais de 50 kg de explosivos, diversas munições, coletes balísticos e rádios comunicadores. Também foram apreendidos cerca de 7 quilos de entorpecentes e uma quantia de aproximadamente R$ 40 mil, em espécie.

Força-tarefa

Mais de 130 agentes de segurança integraram a força-tarefa montada para apurar o caso, entre policiais civis e militares e Polícia Federal, além de peritos da Polícia Científica do Estado e agentes do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp).

O comandante-geral da Polícia Militar do Pará, coronel Dilson Júnior, informou que o trabalho de busca aos criminosos começou, de forma imediata, após o ocorrido. “Acionamos a nossa Tropa de Missões Especiais, além dos comandos operacionais de Capanema, Paragominas e Castanhal. Também contamos com o apoio da Polícia Militar do Maranhão, que nos auxiliou para que fosse feito o cerco aos criminosos, facilitando o trabalho de localização de onde eles poderiam estar escondidos”, destacou.

Investigações

O delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Walter Resende, destacou que as investigações do caso prosseguem a fim de identificar outras pessoas envolvidas no crime.

“Esta foi uma atuação muito célere, resultado da integração entre os órgãos de segurança. Localizamos oito envolvidos no caso. Vamos prosseguir com a investigação, pois há a suspeita de que pelo menos 15 pessoas estejam envolvidas. Seguiremos trabalhando para identificar não apenas os que participaram da ação de imediato, mas também os que deram apoio logística para o ocorrido. Esperamos passar um novo grande período sem essas ações aqui no Pará. Os órgãos de segurança estão unidos e permanentemente vigilantes para coibir esse tipo de ação.”

O diretor-geral da Polícia Científica, Celso Mascarenhas, apontou que há uma grande quantidade de material a ser periciado. “O trabalho integrado das forças de segurança nos deu uma gama de materiais que serão periciados para que possamos dar um resultado mais eficaz, integral e rápido para que a Polícia Civil possa ter provas para materializar o crime.

Serviço

A Segup reforça que todos podem ajudar os agentes de segurança na busca pelos criminosos. Quaisquer informações que possam auxiliar as forças policiais podem ser denunciadas pelo canal do Disque-Denúncia, 181 ou pelo WhatsApp (91) 98115-9181, onde podem ser enviadas as informações, em tempo real, através de fotos, vídeos e informações da localização. O sigilo e o anonimato são garantidos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Parauapebas, PA
21°
Chuva

Mín. 21° Máx. 25°

22° Sensação
1.54km/h Vento
100% Umidade
100% (17.83mm) Chance de chuva
06h22 Nascer do sol
06h44 Pôr do sol
Qui 29° 20°
Sex 27° 21°
Sáb 29° 20°
Dom 28° 21°
Seg 30° 21°
Atualizado às 08h24
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,07 -0,03%
Euro
R$ 5,51 -0,07%
Peso Argentino
R$ 0,03 +0,15%
Bitcoin
R$ 124,184,65 +0,30%
Ibovespa
113,430,54 pts 1.03%
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Publicidade
Anúncio