26°

Tempo limpo

Parauapebas, PA

Geral PARCERIA

Uepa recebe vista da delegação da Shandong Normal University

Por Marília Jardim (UEPA)14/06/2024 18h07A província de Shandong, na China, e o estado do Pará, no Brasil, estão separados geograficamente por cerc...

14/06/2024 às 18h27
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Crédito: Sidney Oliveira/ Ascom Uepa
Crédito: Sidney Oliveira/ Ascom Uepa

A província de Shandong, na China, e o estado do Pará, no Brasil, estão separados geograficamente por cerca de 16 mil quilômetros, mas compartilham algumas "semelhanças culturais", conforme afirmou Antonio Braga, diretor brasileiro do Instituto Confúcio na Universidade do Estado do Pará (Uepa), na manhã de hoje (14), durante a reunião entre a gestão superior da Uepa e a delegação da Shandong Normal University (SDNU), que visita a capital paraense.

Como exemplo, Antonio citou o apreço por barcos, reflexo da herança marítima e fluvial e conexão com símbolos e festivais tradicionais no país oriental, e a importância deste meio de transporte para o deslocamento dos paraenses devido à vasta rede de rios. Além disso, mencionou a produção de pipas nos dois territórios: na China associada a festivais e rituais, e no Brasil, ligada ao lazer, principalmente durante o verão amazônico.

Conhecer as semelhanças culturais entre os dois países é um dos reflexos do Instituto Confúcio (IC) na Uepa, criado em 2016 a partir de um convênio com a SDNU, que tem como objetivo oferecer ensino gratuito de língua chinesa, promover a cultura e fortalecer o intercâmbio entre o Brasil e a China. O encontro de hoje foi para celebrar não apenas o sucesso da parceria, mas também a renovação do acordo para a permanência do IC na instituição estadual por mais cinco anos.

Continua após a publicidade
Anúncio

Durante o encontro, o reitor da Uepa, Clay Chagas, enfatizou a importância da parceria, destacando que "a cooperação entre as instituições visa desenvolver o intercâmbio acadêmico e cultural, beneficiando as áreas de ensino, pesquisa e capacitação de recursos humanos". O chanceler da SDNU, Feng Jikang, comentou que "o Instituto Confúcio da Uepa se tornou uma plataforma amplamente reconhecida para o intercâmbio de talentos, idiomas e culturas, alcançando resultados revolucionários".

Também estiveram presentes Ilma Pastana, vice-reitora, Jofre Freitas, pró-reitor de pesquisa, Ednalvo Campos, pró-reitor de graduação, Carlos Capela, pró-reitor de gestão e planejamento, e André Diniz, coordenador de relações internacionais da Uepa.

Os diretores do Instituto Confúcio na Uepa, Antonio Braga e Sun Jing, apresentaram o relatório de atividades do primeiro semestre, que incluiu a formação de diversas turmas de língua chinesa, preparação para exames de proficiência, aulas de Tai Chi, caligrafia chinesa e coral.

O instituto atende, atualmente, mais de 600 alunos. Para o segundo semestre, estão planejados cursos como "Chinês para Negócios", voltado para a preparação para a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP-30), expansão dos cursos de idiomas para jovens a partir de 15 anos e ampliação do espaço físico.

A comitiva chinesa também contou com a presença de Zhang Jun, Diretor Executivo, Escola de Economia da SDNU, Li Jianye, Diretor do Gabinete do Chanceler da SDNU, Gao Jinghai, Diretor, Escritório de Ciências Sociais da SDNU, Miao Heming, Gerente Geral do Grupo de Educação Básica e Diretor do Ensino Médio vinculado à SDNU e Zhou Lianyong, Diretor do Escritório Internacional e Escritório de Assuntos do Instituto Confúcio da SDNU.

Como ato simbólico de fortalecimento da parceria, foi plantada uma árvore de guaraná (Paullinia cupana) no jardim da reitoria, representando o crescimento contínuo da colaboração entre as duas instituições.

Encontro com o Governador

À tarde, a delegação chinesa e a gestão da Uepa se reuniram com o governador Helder Barbalho, na Casa Civil, em Belém. O reitor Clay Chagas destacou o sucesso do Instituto Confúcio, que recebeu prêmios internacionais em 2017 e 2019. O governador Helder Barbalho ressaltou que “É uma satisfação consolidar, cada vez mais, as ações bilaterais entre as instituições que primam pela qualidade e excelência, fazendo do conhecimento uma ferramenta de transformação". Ele enfatizou que as parcerias que fomentam o intercâmbio são oportunas por permitir a troca de informações e experiências.

Na ocasião, também foi realizada a assinatura do acordo de Cooperação de Pesquisa e Pós-Graduação entre as duas universidades, visando fortalecer a relação acadêmica de ambas as instituições e impulsionar a internacionalização da Uepa.

"Valorizamos este ato e reafirmamos o desejo de consolidar este intercâmbio que fortalece nossos alunos e permite que nossos professores estejam qualificados e conceituados para a transferência de conhecimento", destacou o governador. Ele também enfatizou a importância do desenvolvimento sustentável, ressaltando o papel histórico do Pará na liderança da Amazônia e a busca por parcerias robustas que promovam a internacionalização da Uepa, transformando-a em um centro de referência pedagógica e científica.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Parauapebas, PA Atualizado às 19h04 - Fonte: ClimaTempo
26°
Tempo limpo

Mín. 22° Máx. 36°

Qui 36°C 23°C
Sex 36°C 21°C
Sáb 36°C 20°C
Dom 37°C 21°C
Seg 37°C 22°C
Anúncio
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio