32°

Parcialmente nublado

Parauapebas, PA

Meio Ambiente MINERAÇÃO

Mineradoras oferecem R$ 90 bilhões em novo acordo de reparação de Mariana (MG)

Segundo a mineradora, proposta de R$ 127 bilhões foi apresentada à Justiça, mas R$ 37 bilhões já foram investidos em ações de compensação. Barragem de Fundão rompeu em 2015.

29/04/2024 às 16h15
Por: Redação Fonte: G1
Compartilhe:
Mineradoras oferecem R$ 90 bilhões em novo acordo de reparação de Mariana (MG)

Vale, BHP e Samarco fizeram uma proposta de mais R$ 90 bilhões para a assinatura de um novo acordo de reparação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, na Região Central de Minas Gerais.

Segundo a Vale, a oferta prevê o pagamento de R$ 72 bilhões em dinheiro, ao longo de um período não informado, aos governos federal, de Minas Gerais e do Espírito Santo e aos municípios atingidos, e R$ 18 bilhões em obrigações de fazer.

A mineradora afirma que a proposta é de R$ 127 bilhões, mas R$ 37 bilhões já foram investidos em ações de compensação.

Continua após a publicidade
Anúncio

"Os valores da proposta são de 100%, o que inclui uma contribuição de 50% da BHP Brasil e da Vale como devedores secundários, caso a Samarco não possa financiar como devedor primário. [...] As Partes buscam a liquidação definitiva das obrigações previstas no Termo de Transação, na demanda judicial do Ministério Público Federal e em outras ações judiciais de entidades governamentais relacionadas ao rompimento da barragem da Samarco", diz trecho de comunicado ao mercado divulgado pela Vale nesta segunda-feira (29).
De acordo com a empresa, a proposta foi apresentada ao Tribunal Regional Federal da 6ª Região (TRF-6), que conduz as negociações.

As discussões sobre um novo acordo para a reparação dos danos causados pela tragédia em Mariana já duram anos. Em dezembro de 2023, as conversas foram suspensas por causa da divergência entre o valor oferecido pelas mineradoras, de aproximadamente R$ 40 bilhões, e o montante solicitado pelo poder público, de R$ 120 bilhões.

RELEMBRE

A barragem de Fundão rompeu em 5 de novembro de 2015, em Mariana, e causou o maior desastre ambiental da história do país. Dezenove pessoas morreram.

Cerca de 40 milhões de metros cúbicos de rejeitos de mineração destruíram comunidades e modos de sobrevivência, contaminaram o Rio Doce e afluentes e chegaram ao Oceano Atlântico, no Espírito Santo. Ao todo, 49 municípios foram atingidos, direta ou indiretamente.

Para as instituições de Justiça e os governos, as ações de reparação executadas nos últimos anos pela Fundação Renova, entidade criada com esse objetivo, foram insuficientes – mais de oito anos depois da tragédia, o reassentamento das pessoas que perderam suas casas ainda não foi concluído. Por isso, um novo acordo é discutido.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Parauapebas, PA Atualizado às 16h05 - Fonte: ClimaTempo
32°
Parcialmente nublado

Mín. 22° Máx. 32°

Sáb 32°C 22°C
Dom 32°C 22°C
Seg 32°C 22°C
Ter 32°C 22°C
Qua 33°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio