23°

Tempo nublado

Parauapebas, PA

Geral Pará

Sespa realiza mais de 80 atendimentos em exames preventivos de câncer do colo do útero

Ação realizada neste sábado (18) visou sensibilizar as mulheres a realizarem o exame com frequência e levar orientações sobre a doença

18/03/2023 às 17h05
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Crédito: Melina Marcelino - Ascom Sespa
Crédito: Melina Marcelino - Ascom Sespa

Maria Luiza Ribeiro, de 56 anos, diarista, foi realizar o exame preventivo, na manhã deste sábado (18), no mutirão de exames preventivos do colo do útero (PCCU) e biópsias promovido pela Unidade de Referência Especializada Materno Infantil (Uremia). Segundo a diarista, ela faz o exame com frequência para se prevenir da doença.

"Faço preventivo todos os anos e como deu alteração no meu, vou agora fazer a biópsia. Por isso é importante que todas as mulheres façam o preventivo. Minha mãe, com 80 anos, nunca fez preventivo e teve câncer de colo de útero, então, a gente precisa se prevenir," conta Maria Luiza.

Crédito: Melina Marcelino - Ascom Sespa
Crédito: Melina Marcelino - Ascom Sespa
A ação foi realizada pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio do 1º Centro Regional de Saúde e da Unidade de Referência Especializada Materno Infantil (Uremia), em alusão à Campanha Março Lilás, de prevenção do câncer do colo do útero. O mutirão também vai ser realizado no dia 25 de março, na Uremia, na Av. Alcindo Cacela, 1421, de 8h às 15h.

Continua após a publicidade
Anúncio

Neste primeiro dia de mutirão foram realizados 78 exames preventivos de câncer do colo do útero e 14 biópsias, com 12 servidores dedicados à ação. 

Crédito: Melina Marcelino - Ascom Sespa
Crédito: Melina Marcelino - Ascom Sespa
Elane Oliveira, diretora da Uremia, explica que a iniciativa objetiva sensibilizar as mulheres a realizarem o preventivo com frequência e levar orientações sobre o câncer de colo de útero. “Hoje estamos de portas abertas recebendo mulheres de todas as idades para fazer o exame preventivo do colo do útero. Se a médica notar alguma alteração, essa paciente já vai fazer a biópsia, já sai com o diagnóstico e vai ser encaminhada para o tratamento. Além dos exames, também estamos promovendo palestras e orientações sobre como prevenir o câncer”.

Patrícia Silva tem 32 anos, já é paciente da Uremia e não pode fazer o preventivo na data marcada, mas com o mutirão ela conta que pode ficar com os exames atualizados. 

"Eu trabalho como motorista de aplicativo e acabei perdendo minha consulta, por isso, aproveitei o mutirão de hoje pra fazer meu preventivo. Sei que temos que fazer todos os anos, a gente nunca sabe o que pode acontecer, por isso, precisamos sempre ficar informadas sobre como prevenir as doenças", conta Patrícia. 

Crédito: Melina Marcelino - Ascom Sespa
Crédito: Melina Marcelino - Ascom Sespa
Como março é considerado o Mês da Mulher, nada mais adequado que uma campanha que alerta para o câncer de colo de útero, doença grave que, com diagnóstico precoce, pode ser curada. Trata-se de uma doença que vitima muitas mulheres no país, principalmente na região Norte, onde é o segundo tipo de câncer mais comum.

O câncer de colo do útero é um tumor que se desenvolve a partir de alterações no colo uterino, que se localiza no fundo da vagina. Essas alterações são chamadas de lesões precursoras, e podem ser totalmente curáveis na maioria das vezes. Se não tratadas, após muitos anos podem se transformar em câncer.

Prevenção -O exame preventivo ao câncer do colo do útero é realizado na Atenção Básica de Saúde. As mulheres que apresentam algum tipo de alteração em seus exames como lesões de alto grau são encaminhadas às unidades de média e alta complexidade da rede estadual de saúde para realizar colposcopia e biópsia para assim ter um diagnóstico e tratamento precoces.

No Estado do Pará, em 2022, foram registrados 534 casos de neoplasia maligna de colo do útero e carcinoma in situ do colo do útero (cérvix). Em 2021, foram 667 casos.

É importante destacar que os exames preventivos de câncer de colo de útero são atribuições da Atenção Básica, e devem ser garantidos pelas gestões municipais. Conforme a necessidade, os usuários são encaminhados para tratamento com cirurgia, radioterapia ou quimioterapia no Hospital Ophir Loyola (HOL) e nas Unidades de Alta Complexidade do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) e Hospital Regional de Tucuruí (HRT), além do atendimento em oncologia do Hospital Universitário João de Barros Barreto, de gestão federal.

Vacinação -A vacinação contra o Papilomavírus Humano (HPV), que pode causar lesões cancerígenas, ainda é uma das principais ferramentas para evitar o câncer do colo do útero, devendo ser feita em meninas e meninos de 9 aos 14 anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Parauapebas, PA Atualizado às 23h24 - Fonte: ClimaTempo
23°
Tempo nublado

Mín. 22° Máx. 28°

Qua 27°C 22°C
Qui 28°C 22°C
Sex 28°C 22°C
Sáb 27°C 22°C
Dom 29°C 22°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio