Polícias Civil e Militar impedem assalto a banco em São Félix

Uma ação integrada de policiais civis e militares evitou o assalto a uma agência bancária em São Félix do Xingu, município do sul do Pará. Seis homens foram presos em flagrante na quinta-feira (15), em uma casa na sede municipal, portando armamento, munição, coletes, máscaras e cerca de 30 quilos de dinamite.

A operação policial começou por volta de 09 horas, após denúncia anônima recebida pela equipe de plantão da Delegacia de São Félix, sobre a presença de um grupo de criminosos na cidade, escondido em uma residência no Bairro Cai N’Água, que estaria planejando assaltar uma agência bancária.

Diante da informação, contou o delegado Pedro Andrade, titular da Superintendência de Polícia Civil na região do Alto Xingu, foi montada uma equipe de policiais civis e militares, sob o comando do delegado José Carlos Rodrigues e do major Montenegro, para fazer a abordagem. Os policiais localizaram na rua o proprietário da residência, o comerciante Germano Pereira Cruz Filho, dono de uma vidraçaria na cidade.

Detido, ele confirmou que no interior da casa estavam cinco homens armados, prontos para reagir. Os policiais aguardaram o momento apropriado para entrar na casa e prender os cinco suspeitos. Eles foram identificados como Cristiano Oliveira Martins, Gildival da Silva Alves, Edgar Vieira da Silva, Iran Ferreira do Carmo e Rafael Silva Nascimento.

No imóvel foram apreendidas duas pistolas calibres 380 e 9 mm; duas espingardas calibre .12; uma carabina .30; uma espingarda .20; mais de 1.000 cartuchos de vários calibres; quatro coletes à prova de balas; quatro máscaras tipo balaclava e cerca de 30 quilos de bananas de dinamite, que seriam usadas para explodir caixas eletrônicos e cofres.

O delegado Pedro Andrade informou ainda que os presos também são suspeitos de participação no roubo a um supermercado no município, ocorrido no último final de semana, quando foram levados cerca de R$ 65 mil. Diante dos materiais apreendidos, os acusados foram conduzidos à Delegacia

PARAZÃO TEM DE TUDO/ Walrimar Santos

ULTIMAS NOTÍCIAS