Florindo o Mundo certifica mulheres e realiza aula inaugural para 2ª turma

Foto: Renato Resende / Reprodução

“Uma grande capacitação que a prefeitura fez. Foram 50 mulheres capacitadas pelo Florindo o Mundo. Estou feliz e quero só agradecer pela oportunidade de estar aqui, aprendendo, para mais na frente ter meu próprio negócio, uma renda extra para minha família”, celebrou Sidineia Penha, formanda da primeira turma do Florindo o Mundo.

O secretário especial de Governo, Keniston Braga, disse que a conclusão do curso vai além da certificação que elas receberam. “Não é só um diploma, é verdadeiramente cidadania. Estamos preparando essas mulheres para serem empreendedoras e produzirem o que o município precisa sempre, que é uma economia forte, gerar emprego e continuar avançando”, afirmou.

O Projeto Florindo o Mundo faz parte do Programa Municipal de Investimentos (PMI), comandado pela Secretaria Especial de Governo com envolvimento das secretarias de Assistência Social, Desenvolvimento, Meio Ambiente, da Mulher, de Produção Rural, de Urbanismo, além do Prosap.

O evento realizado no auditório da Secretaria de Meio Ambiente, na segunda-feira, 20, foi prestigiado por autoridades municipais e contou com a presença especial da Alessandra Caratti e do José Roberto Maganha Junior, diretora de Turismo e Cultura e diretor de Comunicação de Holambra (SP), conhecida como a Cidade das Flores. No domingo que antecedeu o evento, Alessandra e José conheceram alguns pontos turísticos de Parauapebas.

A diretora de Turismo e Cultura ministrou sobre “Boas práticas na produção de flores, desenvolvimento sustentável e empreendedorismo”. “É emocionante ver esse auditório florido. Parauapebas foi buscar o exemplo em Holambra, mas o exemplo está aqui. Esse projeto é lindo, importante e que vamos buscar mais informações sobre ele para levar para nossa cidade. Essa paixão que vocês têm aqui, esse cuidado com as pessoas, tem que ser propagado e a gente quer fazer isso em Holambra também”, ressaltou.

O prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, falou sobre os reflexos do projeto. “Estamos aprendendo com o que há de melhor no Brasil em termos de expertise e tecnologia de produção de flores, que é Holambra. O governo está preparando Parauapebas para ser uma cidade acolhedora e turística, cada vez mais, e o Florindo o Mundo faz parte dessa construção que, além disso, vai criar uma linha de produção de flores para geração de emprego e renda para as mulheres”, declarou.

Rayssa Pajeú

ULTIMAS NOTÍCIAS

Vereador, jovem, filho de Parauapebas, Rafael Ribeiro segue firme trabalhando pelo seu povo

As 37 indicações de autoria do vereador Rafael Ribeiro se somam às inúmeras matérias propostas por ele durante esse ano de 2021. Ao todo já

Oncologista leva informações sobre câncer de mama para servidoras na prefeitura

Uma palestra leve, tocante e com informações importantes fez parte da programação em alusão ao Outubro Rosa, realizada pela Secretaria Municipal de Administração (Semad) e

Diabetes: A doença que não espera a pandemia passar

Os níveis de açúcar no sangue são como uma bomba-relógio para qualquer pessoa – principalmente com as que sofrem de diabetes. Manter o controle da

Vereador Aurélio Goiano tem seu mandato cassado por unanimidade

O vereador “Fiscal do Povo” Aurélio Goiano (PSD), teve o seu mandato cassado na tarde desta quinta-feira, 21, com 12 votos a favor e 0

Saaep reforça importância do uso de protetor solar entre servidores

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) intensificou a conscientização de servidores sobre o uso correto do protetor solar, considerado um item

TSE confirma inelegibilidade de Jatene até 2022

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a decisão que tornou o ex-governador do Pará, Simão Jatene, inelegível pelo período de oito anos, ou