1 de agosto de 2021

Roggers The Tiger, atleta de MMA de Parauapebas, vai disputar próximo título contra Kiril Kornilov na Rússia

O atleta de MMA Dino Rogers, conhecido por Roggers The Tiger, vai para mais um desafio em sua carreira. O lutador de 32 anos, que é natural da cidade de Parauapebas, sudeste do estado, vai participar do RCC (Russian Cagefighting Championship), o segundo maior evento de MMA Russo e o sexto maior evento de MMA do mundo. O combate será em Yekaterinburg no condado de Moldova-Russia, no dia 17 de julho, onde vai encarar pela categoria peso-pesado, o lutador russo Kirill Kornilov, de 30 anos, que tem nove vitórias, sendo uma por nocaute e nenhuma derrota.

Roggers The Tiger, que atualmente mora em Parauapebas, está focado nesse desafio, onde treina pela manhã em uma academia no bairro Cidade Jardim fazendo o crossfit, e depois recebe em casa o seu treinador particular de boxe e muay thai, onde trabalha em uma área de treinamento de sua residência. A expectativa do atleta parauapebense é boa para encarar o invicto russo.

“Estou bem confiante para lutar, apesar do meu adversário russo ser dois anos mais novo do que eu e está invicto, conta comigo a experiência. Estou treinando bem mais forte aqui em Parauapebas e tentando me adequar ao estado do Pará novamente, mas estou bem e muito confiante para essa luta e vou voltar com a vitória para casa”, afirmou confiante Roggers The Tiger.

O atleta começou sua carreira em 2007 com a prática do jiu-jitsu na academia do finado mestre Islander Souza, onde treinou até 2012, e participou de competições de jiu-jitsu, muay thai, boxe e Kickboxing dentro do município, quando saiu do Pará e foi morar no estado de Minas Gerais. A carreira de Roggers The Tiger deslanchou tendo reconhecimento internacional vencendo o Jungle Fight, que é o maior evento de MMA do Brasil e da América Latina.

“Minha primeira luta internacional foi logo após o Grand Slam do Jungle Fight, em Sochi, na Rússia, em um evento fechado em comemoração e homenagem ao presidente russo Vadimir Putin, no qual consegui um nocaute com menos de um minuto de luta e nisso foi abrindo portas. Depois lutei na Chechênia, Canadá, Boston, China, Cazaquistão e lutei em Moscou no início do ano novamente, e agora estou voltando a Rússia, só que dessa vez no condado de Moldávia”, disse Roggers The Tiger.