24 de junho de 2021

Noiva de Whindersson recebeu mensagens desejando morte do bebê

Três semanas antes da morte de João Miguel, primeiro filho de Whindersson Nunes e Maria Lina, que faleceu nesta segunda-feira (31), no Hospital São Luiz, em São Paulo, após não resistir a um parto prematuro, o humorista havia usado suas redes sociais para revelar que a noiva estava recebendo mensagens de votos para que ela perdesse a criança.

Na ocasião, o artista estava sendo atacado por supostamente não ter defendido Luísa Sonza no ato da separação, há mais de um ano, quando a loira foi acusada de tê-lo traído. Alguns seguidores disseram que o famoso permitiu que a ex fosse retratada como traidora – por ela ter assumido um romance com Vitão.


Whindersson ainda afirmou que queria apenas que a mãe de seu filho pudesse ter uma gravidez tranquila. “Espero ficar em paz. Todos em paz. Falo da Maria grávida, sim. Não venham me dizer que isso não é importante. Não vou fazer um parto todo humanizado e vocês tirando a paz dela. […] Eu acredito que essas coisas que perturbam a mãe, perturbam a criança”, destacou.


Mesmo assim, o casal continuou sendo alvo de mensagens maldosas nas redes sociais.

Maria Lina deu à luz o pequeno João Miguel com 22 semanas de gestação. Em virtude do parto extremamente precoce, o bebê acabou não resistindo e faleceu.

Famosidades

Comentários do Facebook