2 de agosto de 2021

Filtro solar e hidratação ainda são os melhores cuidados com a pele durante o verão

Os cuidados com a pele devem ser redobrados durante o verão. O alerta é feito pelo cirurgião geral e urologista Cassiano Barbosa, diretor Técnico da Pró-Saúde. O profissional, com atuação no Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, ressalta que a exposição excessiva aos raios solares pode trazer diversos prejuízos à saúde.


“Além dos riscos de insolação, outras doenças na pele podem surgir, principalmente em pessoas que já possuem histórico familiar de problemas relacionados com a pele. Por isso, até dentro de casa ou à sombra é importante manter os cuidados e usar filtro solar”, ressalta.
Além do filtro solar, o especialista destaca outras medidas simples de prevenção que devem ser adotadas durante o verão amazônico para evitar problemas que podem surgir, como queimaduras, envelhecimento precoce e aumento de risco do câncer de pele.

“Com a flexibilização das medidas de restrição no controle da Covid-19, a tendência e que muitas pessoas frequentem as praias e os balneários em busca de lazer. É fundamental que todos adotem cuidados com a pele, bebam bastante água e usem protetor”, alerta Cassiano.

Para aqueles que fazem questão de ir até a praia, o médico orienta que os melhores horários envolvem o início da manhã e o final da tarde. “Nesses momentos o sol é considerado mais ameno, prejudicando menos a pele. Mas todo cuidado já citado antes continua sendo importante”, diz.
Cassiano reforça a atenção aos cuidados de segurança na prevenção da Covid-19, respeitando as medidas de distanciamento social, evitando locais com aglomeração de pessoas, uso da máscara nas praias quando não estiver tomando banho ou outros locais abertos.

Confira as dicas com a pele durante o verão

Cuidado com a exposição direta ao sol: As maiores temperaturas do dia são registradas entre as 10h e 15h. Neste intervalo, é preciso ter cuidado com a exposição solar direta. O ideal é ficar protegido em locais cobertos como quiosques, bares ou
mesmo os guarda-sóis, o que evita também quadros de insolação.
Mantenha a pele limpa e hidratada: O excesso de areia, suor ou componentes químicos presentes nas piscinas ressecam a pele e favorecem a ocorrência de fissuras, por onde entram microrganismos que podem causar doenças de pele como micose, frieira e infecções de pele. Por isso, é importante tomar uma ducha de água fria para tirar o acúmulo de sujeira ao final do banho de mar, rio ou piscina.

Usar protetor solar corretamente: No verão, o uso do protetor solar é fundamental. Sua aplicação deve ser feita de 20 a 30 minutos antes de colocar a pele em contato com os raios solares. É necessário renovar a proteção, com aplicações de três em três horas, principalmente em ambientes como praias e piscinas.
Tome bastante líquido: Um problema comum nos períodos mais quentes do ano é a desidratação, que pode provocar dor de cabeça, tontura, desmaios, entre outras intercorrências. O ideal é consumir de dois a três litros de líquidos por dia, para manter o corpo hidratado.

Evite pegar sol logo depois de se depilar: Depilar o corpo ou o rosto pouco antes de ir à praia ou piscina é um erro grave, pois pode provocar o surgimento de manchas escuras na pele. O ideal é que a depilação seja realizada com, pelo menos, 72 horas de antecedência.

O HRSP é uma unidade do Governo do Pará, sendo gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde desde 2006. O hospital presta atendimento 100% gratuito pelo SUS (Sistema Único de Saúde), sendo referência para mais de 1 milhão de pessoas no Sudeste do Pará.

Comentários do Facebook