22 de junho de 2021

Parauapebas recebe o primeiro Núcleo de Regularização Fundiária do Pará

A partir de agora os produtores rurais de Parauapebas e região não precisam mais se deslocar a Marabá para solicitar serviços junto ao Incra, os atendimentos serão realizados na sede da Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror) onde foi inaugurado na manhã desta segunda-feira, 31, o Núcleo de Regularização Fundiária de Parauapebas, o primeiro do Pará.

“Muitos agricultores não se sentem donos de suas propriedades por falta do título, isso acabou a partir de agora. Investimos nessa parceria com o Incra por entendermos que as estratégias de desenvolvimento do nosso município e a da região passam pela regularização fundiária”, afirmou o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen.

Prefeito de Parauapebas, Darci Lermen.


O superintendente regional do Incra, Aveilton de Souza, agradeceu a parceria e destacou que a implantação do núcleo em Parauapebas é um avanço, “com essa iniciativa estamos encurtando distâncias, o produtor não precisa se deslocar mais de 100 km até Marabá para resolver os assuntos com o Incra”, acrescentou.

“A implantação desse núcleo é uma forma de respeito ao assentado, ao produtor rural. Além disso, a prefeitura, ao entrar nessa parceria que vai legalizar as terras, contribui para a entrada de mais recursos, mais fomento e mais cidadania”, reforçou o deputado federal, Joaquim Passarinho.

Também participaram da inauguração os vereadores Israel Barros (Miquinha), Aurélio Goiano e Zacarias de Assunção; os secretários municipais de Produção Rural, Milton Zimmer, e Especial de Governo, Keniston Braga, e o coordenador de captação de recursos e projetos especiais da prefeitura, Cleverland Carvalho e e o titular da Coordenadoria Municipal de Regularização Fundiária (CMRF), José Alves.

Entrega de títulos

“Eu estou muito emocionada, porque foi uma batalha acirrada durante esses 20 e poucos anos de luta, a gente já estava sem esperança de receber esse título e hoje, graças a Deus, estamos felizes, foi um sonho realizado”, esse é o depoimento da dona Rosalina Araújo, que tem uma propriedade rural na vicinal Lagoa Preta.

Ela e outros nove produtores receberam, simbolicamente, o título definitivo de propriedade das suas terras. O Incra prevê a entrega de 500 títulos nos próximos dias.

“O agricultor, produtor que ainda não tem o título deve vir até à Sempror. Aqui terá uma equipe pra recebê-los e dar todas as orientações necessárias”, informa Milton Zimmer.

Serviços disponibilizados

Fruto da parceria entre a Prefeitura de Parauapebas e o Incra, por meio do Acordo de Cooperação Técnica nº 415 e 418/2021, o núcleo disponibilizará os seguintes serviços: regularização de RB, desbloqueio, levantamento de crédito, levantamento da demanda de construções e reformas de unidades habitacionais na zona rural, entre outros.

Comentários do Facebook