20 de junho de 2021

Parauapebas: Um assaltante morre e outro é preso após roubar motorista de aplicativo

A intervenção policial aconteceu por volta das 22 horas, de ontem quinta-feira (11), na rua 04 do Polo Moveleiro. João de Deus Martins Sales, 21 anos de idade, nascido em Belém, se encontra preso e seu comparsa Keven Kemeson Bezerra de Sousa, de 18, também natural da capital Belém, morreu em intervenção policial após a dupla ter assalto a um motorista de aplicativo.

De acordo com o motorista de aplicativo, a guarnição da Rocam se encontrava em ronda pelo bairro Dos Minérios, quando por volta das 21 horas e 45 minutos foram acionados pelo senhor por uma das vítimas. O motorista de aplicativo informando que havia acabado de ser assaltado por dois indivíduos armados sendo um moreno vestindo bermuda jeans de cor beje e camisa de cor preta e um branco vestindo camisa de cor roxa e bermuda jeans, com base nas informações a guarnição saiu em diligências em buscar de localizar os acusados, acompanhados pela vítima que levou a guarnição no local onde havia deixado os dois, sendo na rua 04, divisa dos bairros Dos Minérios e Polo Moveleiro. Os policiais começaram a fazer buscas e avistaram os suspeitos saindo do matagal, momento que foi solicitado que os mesmo parassem, porém os mesmos desobedeceram, e um dos indivíduos sacou uma arma e disparou contra a guarnição, que para revidar a injusta agressão, efetuou três disparos em direção aos meliantes, atingindo Keven Kemeson, e seu comparsa João Martins se jogou ao chão se entregando a guarnição, de imediato os policiais acionou o SAMU, porém a ambulância do SAMU se encontrava impossibilitada de atender a ocorrência no momento, sendo acionado o CCO que mandou a VTR 2313 composta pelo fiscal de dia que chegou no local e socorreu o meliante alvejado levando o mesmo para o Hospital Geral de Parauapebas (HGP), e dois componentes da GU acompanharam a VTR até o Hospital, onde tomaram conhecimento que Kevem Kemeson Bezerra de Sousa, não resistiu aos ferimentos vindo a óbito.

Foi apresentado na Seccional de Policia Civil de Parauapebas, 1 pistola 380, 3 munições, duas intactas e uma deflagada, 3 relógios cor dourada e 66 reais em espécie.

O João de Deus Martins Sales, foi interrogado sobre os objetos roubados e o mesmo respondeu que ele e seu comparsa haviam cometido assalto na data de ontem e na terça-feira (09) também. A Vítima seria uma motorista de aplicativo e também assaltado naquela noite e que os materiais do roubo se encontravam em sua residência localizada na rua Ângela de Diniz, Nº 182, Bairro Da Paz. O ato continuo a VTR da GU a GTO deu apoio a guarnição conduzido Joao de Deus, ao local onde estava escondida, sendo recuperado diversos objetos como 04 celulares, além de três relógios. Mediante os fatos João de Deus Martins Sales, foi conduzido e apresentado na delegacia. Enquanto que o corpo de seu comparsa foi removido pelo IML da pedra do HGP e encaminhado para os trabalhos de necropsia no centro de Perícia Científica Rento Chaves em Parauapebas. A polícia apresentou ainda uma pistola calibre 380, arma que estava em posse Keven Kemeson.

Ouvido pela reportagem, o acusado João de Deus teria sido a primeira vez que ele saiu para cometer crime. Ele disse ainda que é natural da capital Belém e que estava em Parauapebas apenas 5 meses e que teria vindo para cidade para trabalhar em uma panificadora, disse ainda que seu parceiro já tinha uma longa ficha criminal, e que o amigo dele no início da noite, o mesmo teria lhe feito o convite e ele teria aceitado. “Vi que é um caminho sem volta”, ressaltou, se referindo ao companheiro que morreu.



Neide Folha / Revisão: Urias Showdenn Portal Parazão Tem de Tudo

Comentários do Facebook
Share