23 de abril de 2021

Mulher, negra e enfermeira de SP é a 1ª vacinada do país

A aplicação ocorreu por volta das 15h30 deste domingo (17) no Hospital das Clínicas de São Paulo, pouco depois da Anvisa autorizar o uso por unanimidade das doses importadas pelo Instituto Butantan e pela Fiocruz.
Segundo o governo paulista, a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, é diabética e hipertensa e se voluntariou para atuar na linha de frente contra a covid-19. O imunizante foi aplicado por Jéssica Pires de Camargo, 30 anos, enfermeira de Controle de Doenças e Mestre de Saúde Coletiva pela Santa Casa de São Paulo.
Em seguida, a primeira vacinada recebeu o selo simbólico com os dizeres “Estou vacinado pelo Butantan” e uma pulseira com a frase “Eu me vacinei” e participou de uma entrevista coletiva ao lado do governador paulista, João Doria.
Em fala a jornalistas após a cerimônia de vacinação, Doria criticou negacionistas, fake news, agressões e “aqueles que flertam com a morte”, em referência velada ao presidente Jair Bolsonaro.

Créditos BBC News.

Comentários do Facebook
Share