22 de junho de 2021

Infectologista destaca importância da vacinação contra a Covid-19

Em Rondonópolis também teve início a aplicação da vacina contra a Covid-19. Nesta primeira fase, a prioridade das 5.166 doses é imunizar os profissionais da Saúde que atuam na linha de frente, principalmente nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Elas serão aplicadas em duas etapas de vacinação com intervalo de 21 dias.
A infectologista e diretora corporativa de infectologia do Sistema Hapvida, Silvia Fonseca, destacou que é fundamental, para o controle da pandemia, que o maior número de pessoas receba as doses da vacina. Somente com a imunidade de coletiva, ou imunidade de rebanho, e que a proliferação do vírus estará controlada. Em Rondonópolis a São Francisco Saúde é credenciada do sistema Hapvida.
Ela explicou que a vacina é o meio mais eficaz para combater a Pandemia da Covid-19. “A paralisia infantil e a difteria chegaram ao fim graças a vacina; elas são seguras e todos devem vacinar quando for a sua vez”, disse.
Silvia orienta ainda que as pessoas devem estar em boas condições de saúde no momento da vacinação. No entanto, quem vai avaliar se a pessoa está apta ou não para receber a vacina é o profissional de saúde responsável pela aplicação. 
A médica reforça a necessidade de que as pessoas mantenham os cuidados como o uso de máscaras, álcool em gel, além do distanciamento social. Evitar aglomerações e só sair de casa para atividades essenciais são recomendações que estão voltando a muitas cidades devido ao crescimento do número de casos nas últimas semanas.
Das 5.166 doses encaminhadas a Rondonópolis,  671 deverão ficar disponíveis exclusivamente para os servidores do Hospital Regional da cidade. As demais 4.495 doses foram encaminhadas à Secretaria Municipal de Saúde e serão distribuídas entre os trabalhadores da linha de frente no combate direto ao Coronavírus, como os que trabalham na UPA-24, Hospital de Retaguarda (antigo PA), Santa Casa e postos do Projeto Sentinela

Sobre o Sistema Hapvida
 
Com mais de 6,7 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como um dos maiores sistemas de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, RN Saúde, Medical, Grupo São José Saúde, além da operadora Hapvida e da healthtech Maida. Atua com mais de 36 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 45 hospitais, 191 clínicas médicas, 46 prontos atendimentos, 175 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.

Comentários do Facebook