20 de junho de 2021

Parauapebas: AMC emite nota se solidarizando com médica e repudiando atitude de vereador

Em nota emitida nesta segunda-feira (14), a Associação Médica de Carajás (AMC), por meio de sua diretoria, manifesta apoio e solidariedade à médica Merielle Barbosa Lobo, assim como sua indignação e completo repúdio à conduta do vereador Zacarias Marques. Segundo a AMC, neste domingo (13), ao visitar uma paciente que estava aguardando alta no Hospital Geral de Parauapebas (HGP), o vereador teria tratado mal a profissional de saúde.
De acordo com a nota, o vereador chegou ao HGP usando vestimenta inapropriada (bermuda e boné), em desconformidade com as regras impostas pela administração do hospital, que veda a entrada de pessoas de bermudas ao ambiente hospitalar. Ainda segundo o documento, “utilizando do seu cargo de vereador”, Zacarias teria exigido que a médica liberasse a paciente com urgência, em detrimento dos demais pacientes que aguardavam, porque ele estaria com pressa.
A AMC diz que a atitude do vereador apresenta “nítido intuito de obter privilégio indevido. E ainda humilhou a profissional em seu ambiente de trabalho, afirmando que ela devia servir a ele calada já que ele era uma ‘autoridade’ e era quem pagava o salário da médica”.
A associação afirma que a atitude de Marques, “considerada abusiva, desnecessária e tida como assédio moral contra a médica, deve ser veementemente rechaçada”. “É inaceitável que um representante do Legislativo constranja uma profissional durante seu horário trabalho”, diz a AMC na nota.
Em outro trecho do documento, a Associação Médica de Carajás ressalta que “a conduta do edil é enquadrada como crime pela Lei de Abuso de Autoridade, que em seu artigo 33, parágrafo único, incrimina a famigerada ‘carteirada’, da qual o indivíduo, valendo-se da função pública, busca eximir-se de obrigação a todos imposta e/ou tenta obter vantagem ou privilégio indevido”.
“A população de bem rejeita condutas desequilibradas. Na minoria, que faz parte da mesma categoria ordinária e rasteira do infrator, estão os que a ele manifestam seu apoio, acostumados ao ‘jeitinho’ e à ‘carteirada’ – gente dada a tolerar infrações e contravenções desde que possa tirar proveito próprio”, condena a associação. O vereador Zacarias Marques não foi localizado para falar sobre o posicionamento da associação. Confira abaixo a integra da nota da AMC.

NOTA DE SOLIDARIEDADE E REPÚDIO

A ASSOCIAÇÃO MÉDICA DE CARAJÁS (AMC), por meio de sua Diretoria, vem a público manifestar seu integral e incondicional apoio e solidariedade à médica MERIELLE BARBOSA LOBO, assim como sua indignação e completo repúdio à conduta do Vereador ZACARIAS MARQUES que, no dia 13 de dezembro de 2020, ao visitar uma paciente que estava aguardando alta no Hospital Geral de Parauapebas (HGP), usando vestimenta inapropriada (bermuda e boné), em desconformidade com as regras impostas pela administração do próprio HGP, que veda a entrada de pessoas de bermudas ao ambiente hospitalar, se utilizando do seu cargo de vereador, exigiu que a médica liberasse a paciente com urgência, em detrimento dos demais pacientes que aguardavam, pois o mesmo estava com pressa, com o nítido intuito de obter privilégio indevido. E ainda humilhou a profissional em seu ambiente de trabalho, afirmando que ela devia servir a ele calada já que ele era uma “autoridade” e era quem pagava o salário da médica.
Tal atitude, considerada abusiva, desnecessária e tida como assédio moral contra a médica deve ser veementemente rechaçada. É inaceitável que um representante do legislativo constranja uma profissional durante seu horário trabalho.
Importa salientar que a conduta do edil é enquadrada como crime pela Lei de Abuso de Autoridade, que em seu artigo 33, parágrafo único, incrimina a famigerada “carteirada”, da qual o indivíduo, valendo-se da função pública, busca eximir-se de obrigação a todos imposta e/ou tenta obter vantagem ou privilégio indevido.
A população de bem rejeita condutas desequilibradas. Na minoria, que faz parte da mesma categoria ordinária e rasteira do infrator, estão os que a ele manifestam seu apoio, acostumados ao “jeitinho” e à “carteirada” – gente dada a tolerar infrações e contravenções desde que possa tirar proveito próprio.
O aplauso só vem de quem se beneficia do caos. Espera-se que o Sr. ZACARIAS MARQUES, na sua qualidade de representante do povo, busque conhecer as normas que regem todo o sistema hospitalar, que respeite todos os servidores da saúde, reconhecendo o trabalho arriscado que estes praticam em tempos de pandemia de Covid-19 e que venha à público reconhecer a falha e se desculpar nominalmente à médica insultada.
Não estamos em tempo de gerar crises que somem à que já enfrentamos pela pandemia, ao contrário, é preciso reconhecer o esforço de quem trabalha na linha de frente combatendo os efeitos da Covid-19, com seriedade, honestidade e, acima de tudo, trabalho.
A AMC reafirma seu compromisso na defesa de seus associados e não permanecerá calada diante dos abusos que insistem a se repetir.

Parauapebas-PA, 14 de dezembro de 2020 Blog Ze Dudu

Comentários do Facebook
Share