24 de junho de 2021

Governo confirma situação controlada na Grande Belém, mas anuncia decreto para diminuir contágio no interior

governador Helder Barbalho anunciou um quadro de medidas preventivas visando o cenário de contágio do novo Coronavírus após as festas de fim de ano no Pará.
Acompanhado do reitor da Universidade Federal Rural do Pará, Marcel Botelho; o secretário adjunto de Saúde, Sipriano Ferraz e do secretário de segurança pública Uálame Machado, foi feito um panorama da participação de cada instituição no trabalho de prevenção.
Na segunda-feira (28), um decreto está programado para sair no Diário Oficial do Estado. Uálame Machado anunciou que uma nova norma vai fazer com que os órgãos de segurança fiscalizem com mais rigor, in loco, os balneários da região nordeste do Pará.

Confira como foi a coletiva na íntegra:

Números de pessoas recuperadas, óbitos e a quantidade de leitos foram atualizados durante a coletiva. De acordo com o estudo apresentado, os números  foram novamente separados por segmentações regionais de acordo com seus bandeiramentos. As regiões do Tapajós e do Xingu sofreram as mudanças mais significativas e evoluíram para o estágio laranja devido a quantidade de pessoas que ainda não foram infectadas e baseado na resposta do sistema de saúde da região.

Região Metropolitana de Belém

Segundo o mapa, a Grande Belém apresenta atualmente um quadro estável ficando na bandeira verde, porém um crescimento foi percebido em relação ao mês de novembro. No atual cenário há 66% da ocupação de leitos, logo o governo anunciou que ampliação já está programada para que a situação volte à normalidade.

Vacina

Helder reafirmou que o Pará vai garantir vacinas que sejam autorizadas pela Anvisa assim que a instituição liberar laudos técnicos e científicos para imunizar a população. No comunicado foi anunciado que há negociações com diferentes laboratórios e que a Sespa já possui 3 milhões de seringas e agulhas em estoque. Diário Online



Comentários do Facebook
Share