18 de maio de 2021

Identificado casal que morreu em incêndio de caminhão bitrem

O caminhão levaria combustível para um posto na cidade de Parauapebas

O casal Renato Silva e Ingrid Geovana morreu nesta sexta-feira (25) em um grave acidente rodoviário. O caminhão em que eles estavam, que transportava combustível e saiu de Marabá em direção a Parauapebas, acabou tombando à altura do Km 287 da BR-155, entre Marabá e Eldorado do Carajás. O veículo pegou fogo. Ele morreu queimado, na hora; ela faleceu depois em um hospital em Eldorado. O acidente teria ocorrido por volta de 4h30 da madrugada, nas proximidades da Vila das Bananas.

O caminhão pegou fogo ao sair da pista, as chamas subiram a cerca de 40 metros de altura e o motorista morreu carbonizado. Ingrid Geovana ainda conseguiu ser socorrida, segundo a narração de uma pessoa que esteve no local e gravou um vídeo, mas horas depois chegou a notícia de que ela faleceu.

De acordo com informações colhidas no local, o caminhão bitrem levaria combustível para um posto na cidade de Parauapebas, o qual também não foi identificado pela reportagem.

Por um dos vídeos que chegaram para nossa Redação , é possível ver um dos eixos com quatro pneus a mais de dez metros do veículo. A pessoa que filma ainda faz questão de mostrar o corpo do motorista em chamas, já com os ossos aparecendo.

As imagens, produzidas à luz do dia, também mostram que ainda havia bastante fogo na estrutura das ferragens. Não se sabe, ainda, qual combustível e quantos litros o caminhão transportava entre as duas cidades.

O vendedor Carlos Rafael Lima, que trafegava no início da manhã de Marabá para Redenção, disse que viu o que restou do caminhão e que como não havia outro veículo envolvido, acredita que o condutor poderia ter dormido ao volante. “É um cenário terrível, muito dolorido de a gente ver”, sintetizou ele.

Fonte: Correio de Carajás

Comentários do Facebook