20 de junho de 2021

Comandante se pronuncia sobre desaparecimento de pistola 765 em Marabá

Em nota o Ten-Coronel Fabrício Moreira de Bastos, Comandante do 52º Bis fala sobre o sumiço da Pistola 735 em Marabá.

O 52º Batalhão de Infantaria de Selva (52º BIS) está conduzindo o Estágio Básico do Combatente de Selva (EBCS) 2020 para os militares do efetivo variável. O término das atividades do Estágio, inicialmente previsto para esta data, quando seria realizada solenidade de encerramento do EBCS e a entrega da boina aos militares com a presença de seus familiares, fui suspenso tendo em vista que nem todos os objetivos da instrução dos recrutas foram atingidos.



Aliado a isto está o fato de que as Organizações Militares da 23ª Brigada de Infantaria de Selva estão envolvidas em diversas atividades, como prevenção ao COVID-19, Operação Verde Brasil 2 e a Operação Amazônia, sendo necessário dar prosseguimento às atividades de instrução durante o final de semana.

Foi verificado, ainda, durante a conferência dos materiais de emprego militar, que se encontra extraviada uma pistola pertencente ao Exército Brasileiro que estava sob tutela de militar do 52º BIS. Tão logo verificou-se a falta do armamento foram desencadeadas todas as medidas visando sua imediata recuperação.

Todos os militares participantes das atividades encontram-se apoiando no vasculhamento da área do exercício a fim de localizar o armamento, estão em bom estado de saúde e as famílias foram devidamente avisadas sobre a suspensão da formatura de encerramento do EBCS. Tão logo as buscas sejam encerradas, a tropa retornará para o aquartelamento e será liberada.

FABRÍCIO MOREIRA DE BASTOS – TENENTE-CORONEL
Comandante do 52º Batalhão de Infantaria de Selva

Comentários do Facebook