23 de junho de 2021

Calor em Parauapebas aumenta número de atendimentos nas unidades de saúde

A procura por atendimento na rede de saúde de Parauapebas, aumentou cerca de 30% nos últimos meses. O clima seco, o calor e as queimadas seriam alguns dos fatores que estariam favorecendo, principalmente, o aparecimento de doenças respiratórias.

Agosto é considerado o mês mais quente do ano, em Parauapebas as temperaturas máximas se aproximam dos 40 graus. O tempo quente trás outras preocupações como as queimadas. O reflexo desses problemas esta na rede pública de saúde que por conta do problema os atendimentos nas unidades de saúde aumentaram. A maioria são crianças, idosos e pessoas que sofrem com doenças respiratórias.

A Secretaria da Saúde do Município afirma que o aumento na procura está diretamente ligados as consequências da fumaça e do ar seco que cobrem a cidade. A secretaria orienta que a população evite os focos de incêndio. Também alerta para atenção com os sintomas que podem ser semelhantes com os da Covid-19.

O Corpo de Bombeiros registrou nos últimos meses 325 ocorrências de incêndio. Um dos focos aconteceu na última semana, uma enorme área verde atrás de uma unidade de pronto atendimento. Segundo os bombeiros, diferente de 2019 onde foram registrados 165 focos de incêndio, esse ano o aumento foi de quase 200%. Com informações do G1/Pará

Comentários do Facebook