25 de junho de 2021

Academia Parauapebense de Letras fecha parceria com o Museu de Parauapebas

Unir força culturalmente. Com este objetivo a Academia Parauapebense de Letras (APL), na pessoa de seu presidente em exercício, jornalista e escritor Lima Rodrigues, e o Museu de Parauapebas, representado por sua diretora, Rebeca Valquíria, fecharam parceria visando incrementar cada vez mais a cultura no nosso município. Também participou da reunião entre as duas instituições a escritora e membro da APL, Terezinha Guimarães.


Pelo o acordo, o Museu, que funciona no antigo prédio da Câmara Municipal de Parauapebas, em frente à Praça de Eventos, cederá uma sala para ser a sede provisória da APL, onde será montada biblioteca com obras de escritores da cidade e de outros estados, e para a Academia promover suas reuniões e debates literários.


O Museu de Parauapebas foi criado por lei municipal em 28 de dezembro de 2011 e está há cerca de seis meses no novo endereço. Além de resgatar e documentar a história de Parauapebas, o Museu tem como objetivo promover exposições e guardar objetos e peças da história do município que dizem respeito à arqueologia, etimologia, minerologia e educação.

“Esta parceria com a Academia Parauapebense de Letras é muito importante porque fortalece culturalmente o nosso município, e o próprio Museu ganha mais peso, levando em conta que temos escritores da APL que até já escreveram livros maravilhosos sobre a história de Parauapebas. E o secretário de Cultura, Saulo Ramos, tem como meta valorizar cada vez mais os agentes culturais da cidade”, destacou a diretora do Museu, Rebeca Valquíria.


“Este foi um grande passo para que a APL torne-se mais forte e mais conhecida em nosso cidade. Esta sala cedida pelo Museu, será fundamental para a expansão da Academia e para a participação de novos escritores e o fortalecimento da nossa literatura”, afirmou Lima Rodrigues, presidente da APL.


A Academia Parauapebense de Letras foi fundada em 16 de setembro de 2014, mas até hoje não tinha um espaço físico definido para suas reuniões e para receber alunos e escritores. Agora, terá um espaço adequado e bem no centro da cidade (Praça de Eventos) para atrair cada vez mais escritores, poetas e o público em geral, especialmente os alunos de escolas públicas e privadas, que poderão ter acesso aos livros e trocar ideias com os escritores da cidade.

Comentários do Facebook