24 de junho de 2021

Dieese afirma que o Estado do Pará tem a gasolina mais cara do Brasil

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) informou nesta terça-feira, 9, que entrou em vigor o reajuste de 10% no preço da gasolina nos postos de combustíveis do Pará. O valor foi autorizado pela Petrobrás e é considerado o primeiro aumento no mês de junho.

Atualmente, o Pará registra um valor médio de R$4,048 no preço da gasolina. No posto mais barato do estado, o preço encontrado foi de R$3,530, enquanto o mais caro, apresentou o valor de R$5,080.

Mesmo apresentando um recuo no preço médio do litro durante o mês de maio, o Pará é o quinto mais caro de todo o país. Na região norte, os postos paraenses ocupam a quarta colocação.

Segundo o Dieese, a capital paraense apresentou um preço médio de R$3,993. Na Região Metropolitana de Belém, o Departamento encontrou valores que variam entre R$3,530 e R$4,199.

No interior, Altamira comercializou a gasolina mais cara do estado, registrando um valor médio de R$4,713. Parauapebas (R$4,709), Conceição do Araguaia (R$4,495), Abaetetuba (R$4,453) e Redenção (R$4,364) completam as cinco primeiras posições no Pará.

Comentários do Facebook