19 de junho de 2021

Guarnição da Polícia Militar do Pará salva bebê de 7 dias de vida

A recém nascida 7 dias de vida estava engasgada, recebeu os primeiros socorros e foi levada para um hospital

Três policiais militares que atuam no 20° Batalhão foram acionados, na tarde deste sábado (18), para atender uma ocorrência que foge ao padrão dos casos que geralmente são atendidos pela corporação, durante o serviço policial. Eles foram a única opção de ajuda encontrada por uma família para salvar um bebê recém-nascido no bairro da Terra Firme em Belém.




O aluno oficial Edvaldo da Costa e os soldados Pablo Froes e José da Silva estavam realizando ações de policiamento ostensivo e preventivo próximo à casa da criança, localizada na passagem Rui Barbosa, no momento em que foram acionados por um adolescente, que é irmão do pequeno Jorge Luís, de apenas sete dias de nascido. Desesperado, o jovem levou a equipe de policiais até a casa onde mora com a família.

Ao chegarem na casa, a guarnição encontraram a criança, que estava engasgada e não esboçava reação, mesmo após o pai e a mãe terem tentando reanimá-la. Foi quando o soldado José Agnaldo Cardozo da Silva a segurou nos braços e conseguiu desobstruir as vias áreas. Os policias levaram o bebê até um hospital localizado no bairro da Campina, onde ele foi avaliado por uma equipe médica.

A mãe do recém-nascido, Josiele Farias, 32, falou sobre o acidente e aproveitou para agradecer à PM. “Eu estava deitada quando vi o bebê engasgado, já estava roxo. Meu filho saiu desesperado na rua pra conseguir ajuda. Graças a Deus os policiais estavam passando e foram muito solícitos, salvaram meu filho, nos levaram até o hospital e nos trouxeram em segurança“, comentou ela.

“Sou pai de duas crianças e já passei por uma situação parecida com uma delas em casa e, graças a algumas técnicas ensinadas durante o curso de formação de soldados, conseguimos intervir da melhor maneira possível e, no final, deu tudo certo”, comemorou o soldado José da Silva.

Com informações da Polícia Militar do Estado do Pará

Comentários do Facebook