23 de junho de 2021

Jackson elogia Mazola e declara: ‘eu amo a torcida do Remo’

No duelo contra o Carajás, o atacante Jackson viveu duas experiências opostas: as vaias e os aplausos. Apesar de ser o artilheiro do Remo na temporada, o atacante não foi perdoado e saiu vaiado após os gols perdidos no primeiro tempo.

Para o atacante, a conversa no intervalo foi fator crucial para a mudança de postura no segundo tempo “o professor (Mazola) passou muita confiança, levantou a moral da gente e isso foi muito importante. Eu sabia que aquela era a oportunidade de subir no jogo”, declarou o artilheiro.

Vaiado pela primeira vez desde que chegou ao Remo, Jackson aceita as critícas da torcida e cita algumas dificuldades que já passou na vida “é difícil, mas eu entendo os torcedores. Respeito a opinião deles. Independente da vaia ou não, eu amo a torcida do Remo. Eu amo o clube. Já passei por muitos momentos na minha vida, até de passar fome, e consegui ter a cabeça no lugar”.

A partida contra o Pica-Pau foi a estreia do atacante na casa do Remo, o Baenão. Autor dos dois gols da vitória, Jackson elogiou o estádio azulino e a postura da torcida “independente de onde o Remo jogue, a torcida do Remo vai tá em peso e vai tá cobrando. É um momento especial pra mim, a gente conhece a nossa casa. Foi um momento muito feliz na minha vida e espero fazer isso que eu tô fazendo: retribuindo com os gols e me dedicando de campo”.

Em sete jogos, Jackson marcou quatro gols e manteve a artilharia do Remo na temporada. O Remo volta a campo no próximo Domingo, 8, contra o Paysandu, no Mangueirão. Por: Roma News

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *