22 de junho de 2021

É preso suspeito de assassinar a criança de 1 ano em Marabá

Robson foi preso em casa e estava armado.

Policiais civis saíram à procura de Robson Gonçalves de Sousa, ontem (11), pois ele era suspeito de participar da execução da Criança, K.N.R, de apenas um ano de idade, e Ailton Nascimento Lopes, vulgo “Faísca”, na Folha 25, bairro Nova Marabá. O suspeito foi capturado no sofá de uma casa, localizada na Folha 22, com um revólver calibre 38, municiado, na cintura.

Na 21ª Seccional de Polícia Civil, Robson confessou que a arma de fogo encontrada em poder dele foi utilizada para matar Rodrigo Luiz Pereira “bebezão”, em uma chácara, conhecida como “Fazendinha”, localizada atrás da Vila Militar Presidente Costa e Silva, na Folha 23, bairro Nova Marabá, no final da tarde do dia (10), porém ele negou a autoria do assassinato.



De acordo com o delegado Vinícius Cardoso, Robson Sousa foi autuado, em flagrante, por posse ilegal de arma de fogo. A Polícia Civil também solicitou a prisão preventiva do acusado por envolvimento na morte da criança e de “Faísca” em Marabá.

Outro caso: “Bebê” é preso suspeito de tráfico de drogas e homicídios em Marabá

Segundo a Polícia Civil, “BEBÊ ” tem envolvimento com o tráfico de drogas

A Polícia Civil prendeu também , ontem (11), por volta de 18h10, no Hospital Municipal de Marabá (HMM), o sobrevivente, Cledson Alício Freitas Rodrigues, vulgo “Bebê”, vítima de um atentado a tiros, em uma chácara, conhecida como “Fazendinha”, localizada atrás da Vila Militar Presidente Costa e Silva, na Folha 23, bairro Nova Marabá, pelo crime de tráfico de drogas.

Segundo o delegado Vinícius Cardoso, titular da 21ª Seccional de Polícia Civil, já existia uma investigação, em andamento, sobre assassinatos de rivais e tráfico de drogas, a partir da Folha 23, bairro Nova Marabá, cometidos por “ Cledson ” e integrantes de uma facção criminosa. O suspeito encontra-se preso sob escolta policial em Marabá.

Cledson foi atingido atingido por vários disparos de arma de fogo, entretanto conseguiu sobreviver. De acordo com vizinhos, desde pequeno, “ Bebê ” já era envolvido com o tráfico de drogas na Folha 23. O elemento já teria ‘perdido’ dezenas de amigos e familiares durante brigas pelo controle de pontos de tráfico de entorpecentes na cidade.

Fonte:Debate Carajás

Comentários do Facebook


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *