22 de junho de 2021

Parauapebas: Instituto Dias Melhores forma 137 novos profissionais


Foi realizada na noite do último sábado, 01, a formatura de 137 jovens e adultos nos cursos de Elétrica predial, hidráulica, pedreiro, pintor e conciliação e mediação. Os cursos foram ofertados pelo Instituto Dias Melhores em parceria com a prefeitura municipal e acompanhamento da Coordenadoria Especial de Trabalho Emprego e Renda (CETER).
Diversas autoridades estiveram presentes na cerimônia de formatura, entre eles, Girlan Pereira, Coordenador especial de Trabalho Emprego e Renda, José Alves de Lima, chefe de gabinete, representando o prefeito Darci Lermen, vereador Marcelo Parceirinho, Pastor Vanderlei e Pastor Raimundo Ribeiro Alves, presidente do Instituto Dias Melhores e coordenador geral dos cursos.


Girlan Pereira parabenizou os formandos e também a prefeitura municipal e o instituto Dias Melhores pelo trabalho realizado, em especial parabenizou o Poder Legislativo pelas emendas destinadas à qualificação profissional em Parauapebas. “Bem feliz em contribuir e participar deste momento histórico na vida de cada aluno que está formando aqui nesta noite. Parabéns a todos os envolvidos nesta importante iniciativa de qualificação profissional e valorização da mão de obra local.



A Prefeitura de Parauapebas e o Instituto Dias Melhores realizaram um trabalho dignificante em prol da Comunidade. Grato a equipe da Coordenadoria Especial de Trabalho, Emprego e Renda pela atuação técnica na implantação e execução deste projeto e, também a Câmara Municipal de Parauapebas pela destinação de emendas parlamentares voltadas às políticas públicas de trabalho, emprego e renda do município”, finalizou Girlan Pereira.


Raimundo Medeiros Gonçalves destaca a importância da parceria. “Nós tivemos 5 cursos e 7 turmas e a carga horária de cada turma foi de 80 horas. A gente vê alegria no rosto de cada aluno que está sendo beneficiado com este convênio. Queremos fazer uma ação ainda maior este ano”, disse Raimundo.


“Eu construí minha casa porque tinha uma renda curta e eu não podia pagar. O curso de pedreiro que eu fiz foi para aperfeiçoar mais a teoria, porque a prática eu já tinha. Foi uma ótima oportunidade para eu receber o certificado. Quanto mais conhecimento você tiver melhor ainda”, destaca Cícero.


Para Nilzete Potira, mãe do jovem Carlos André, um dos formandos beneficiários dos cursos, foi uma grande iniciativa a oferta das certificações. “Foi uma grande oportunidade que proporcionaram para o meu filho. Com toda certeza enriqueceu o currículo dele. E agora é aguardar a oportunidade de emprego nesta área. Esses projetos são bem importantes, pois jovens que estão desempregados sem chances de poder pagar esses cursos recebem a chance de poder estudar” frisou Nilzete.
Por: Ingrid Cardoso/com informações da ASCOM-PMP)

Comentários do Facebook


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *