4 de abril de 2020

Setembro registra redução de 36% nos casos de homicídios no Pará


O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), apresentou na quinta-feira (10) os índices de criminalidade no mês de setembro de 2019, destacando a redução de 36% nos casos de homicídios registrados no Estado, no período de 1º a 30 de setembro, em comparação ao mesmo período de 2018. A diminuição dos índices representa a preservação de 117 vidas, visto que o número de homicídios caiu de 321 mortes no período, em 2018, para 204 ocorrências este ano. Essa é a maior redução registrada nos homicídios desde 2010, considerando o período de janeiro a setembro.

Os dados foram apresentados em coletiva de imprensa, no Palácio do Governo, com a participação de representantes do Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sieds). A apresentação dos dados é um compromisso do Estado que, com transparência, vem informando à população as ações já realizadas de combate e enfrentamento à criminalidade, e os resultados alcançados.

Nos casos de roubos houve uma redução de 19%, com 1.539 casos registrados a menos neste ano. Os registros apontam 8.068 ocorrências em 2018 e 6.529, em 2019. Também é a melhor taxa de redução de roubos, comparando todos os meses de setembro, desde 2010. “Isso demonstra a assertiva do planejamento que está sendo feito e a estratégia de enfrentamento e de combate às organizações. Isso vem demonstrando tanto no policiamento ostensivo feito pela Polícia Militar, quanto na repressão qualificada feita pela Polícia Civil com o auxílio do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves”, ressaltou o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

Os números de roubos a transeuntes em todo o Pará foram reduzidos em 25%, mantendo os índices de queda nesse tipo de crime em todo o território paraense. Em setembro de 2018 foram registrados 6.898 casos, e em setembro deste ano 5.194 casos, resultando em uma diminuição de 1.704 ocorrências. Já os dados de roubos a veículos apresentaram diminuição de 43%, sendo 483, no ano passado, e 277 casos em setembro deste ano, o que resultou em 206 ocorrências a menos. Os roubos a coletivos alcançaram uma das maiores reduções – 90%. Em setembro de 2018 foram 88 ocorrências, e em setembro deste ano apenas nove – menos 79 casos.

De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar do Pará, coronel Dílson Júnior, a maior presença do efetivo nas ruas tem reflexos diretos na redução dos crimes. “A ostensividade, com certeza, contribuiu decisivamente para reduzir os índices de criminalidade. É uma ação integrada com todos os órgãos do sistema, tendo a PM atuação principalmente na prevenção”, destacou.

Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que englobam homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte, registraram uma redução de 36%. Em setembro de 2018 foram 337 ocorrências, enquanto no mesmo período de 2019 foram 217 (120 crimes a menos).

Dado acumulado – No comparativo dos números acumulados de 1º de janeiro a 30 de setembro de 2018 e 2019, os registros de homicídios também caíram em 27%. Foram evitadas 789 ações criminosas, tendo sido computadas, nesse período, no ano passado, 2.908 ocorrências, e neste ano, 2.119, no mesmo período.

Em relação ao número de roubos foram computados 82.583 casos em 2018, de 1º de janeiro a 30 de setembro. Em 2019, essas ocorrências reduziram para 64.397, no mesmo período, apontando uma diminuição de 22% nas ocorrências de roubos – 18.186 casos a menos.

Com a redução, a Polícia Civil pode atuar de forma mais eficiente nos casos que, anteriormente, foram se acumulando. “A Polícia Civil está dando prioridade ao uso da Inteligência. Os crimes de grande repercussão estão tendo respostas bem mais céleres, com investigações mais fortes, com mais qualidade, com o uso de novas técnicas, ocasionando a redução dos crimes de homicídios, em decorrência também das operações deflagrada pela PC nos últimos meses”, informou o diretor de Polícia Metropolitana, Marco Antônio Duarte.

Região Metropolitana – A redução do número de homicídios na Região Metropolitana de Belém, no período de 1º a 30 de setembro, comparando os anos de 2018 e 2019, corresponde a 64%. Em 2018, foram 112 casos, e este ano 40, preservando 72 vidas.

Os casos de roubos, na RMB, comparando setembro de 2018 e de 2019, alcançaram uma redução de 25%, com 5.083 registros no ano passado e 3.836, neste ano, o que resultou em 1.247 roubos a menos.

De 1º de janeiro a 30 de setembro, ao comparar 2018 e 2019, a redução dos homicídios chegou a 50%, com 533 mortes a menos. No ano passado, 1.061 homicídios foram computados, e este ano, 528.

Feminicídio – Os casos de feminicídio no Pará, no período de janeiro a setembro, também caíram em 40%. Em 2018, houve 50 ocorrências, e neste ano, 30. “Com os índices reduzindo, o nosso trabalho ganha mais qualidade.

“A perícia trabalha com mais calma, principalmente nas salas de necropsia, pois o número de mortes diminuiu muito e, com isso, estamos conseguindo dar vazão às perícias atrasadas, o que antes não era possível, e os laudos estão saindo com mais qualidade, dando maior segurança para a Polícia Civil fazer o seu trabalho”, ressaltou o diretor do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, Celso Mascarenhas. Por Agência Pará

Share