31 de março de 2020

Itupiranga – Corpos de vítimas de afogamento são encontrados

Pescadores, moradores e integrantes da igreja Assembleia de Deus se empenharam nas buscas pelos corpos dos três jovens que se afogaram no Rio Tocantins, próximo à Praia do Macaco, em Itupiranga. Os primeiros a serem encontrados foram José Carlos da Silva, de 16 anos, e Edivania Pereira de Jesus, de 15 anos de idade. O resgate dos corpos ocorreu ainda no final da tarde do último domingo (13). Já o corpo de Kelly Souza de Jesus, de 21 anos foi localizado apenas na manhã desta segunda-feira (14).

Segundo uma jovem, que não foi identificada e, que estava com as vítimas, o grupo de amigos estava na parte rasa da praia quando Kelly foi puxada pela correnteza. Alguns rapazes pularam na água para tentar salvar a moça, porém a irmã mais nova, Edivania, se desesperou ao ver a dificuldade dos colegas e também mergulhou. A correnteza acabou levando todos e os rapazes que tentavam ajudar também estavam se afogando, por isso decidiram soltar as garotas, mas um dos meninos, José Carlos, foi arrastado pela água e desapareceu junto com as duas irmãs.

Jovens morreram afogados no Rio Tocantins

O relato foi enviado por mensagem ao vereador Wagno Godoy, de Itupiranga, que também é coordenador de jovens da Congregação Assembleia de Deus. Por telefone, ele informou à reportagem do Correio de Carajás que nem o Corpo de Bombeiros ou qualquer outra autoridade atendeu ao chamado, por isso a própria comunidade tomou a iniciativa de fazer as buscas no rio.

Muitos jovens da igreja, assim que souberam da notícia, foram para a orla da cidade acompanhar as buscas, torcendo para que os três amigos fossem encontrados ainda com vida. O que infelizmente não foi possível, pois instantes depois dois corpos foram encontrados e levados por uma funerária ao Instituto Médico Legal (IML) em Marabá.

Apenas o corpo de José Carlos da Silva foi liberado no início da manhã desta segunda-feira, e está sendo velado no salão da igreja Assembleia de Deus, em Itupiranga. Já o corpo de Edivania só deve ser liberado após a chegada do corpo da irmã, Kelly, conforme foi informado ao vereador. Com Informações do Correio de Carajás

Share