DATA:15 de outubro de 2019

Governo e Vale firmam parceria para fortalecer ações de segurança no Estado

O Governo do Pará e a Vale assinam dois importantes acordos de cooperação na área de segurança pública. O Estado contará com investimentos da mineradora para fornecer recursos materiais à atuação das polícias Civil e Militar no sudeste paraense e construir espaços comunitários inclusivos, denominadas Usinas da Paz. Esses complexos são a base física dos programas estadual território pela Paz (TerPaz). A solenidade de assinatura dos convênios será na terça-feira (17), às 9h30, no Palácio dos Despachos.

Parauapebas será uma das cidades contempladas
Parauapebas será uma das cidades contempladas Foto: San Diego

O objetivo das iniciativas é intensificar ações articuladas e integradas de políticas públicas, defesa social e valorização da cidadania no Estado.

As Usinas da Paz são espaços destinados a atender as comunidades, com a oferta de serviços públicos, como cursos e oficinas, além de atividades de lazer e esportivas. Concebido pela arquiteta Bel Lobo com apoio de arquitetos locais, contratados pela Vale, o projeto arquitetônico se adapta às características climáticas marcantes da região amazônica, como chuvas durante todo o ano e altas temperaturas. A ideia é criar um projeto sustentável e que gere empatia com a população local, provocando o empoderamento da estrutura pelos moradores dos bairros atendidos e, consequentemente, o cuidado com o espaço.

Ao todo, serão implantadas até nove usinas no Pará, beneficiando mais de 370 mil pessoas. Cinco ficarão em bairros da capital, Belém, além de uma unidade em Ananindeua e outra em Marituba, na Região Metropolitana. Os municípios de Parauapebas e Canaã dos Carajás também serão contemplados.

A Vale será responsável pelos projetos executivos e pela construção dessas unidades. Os investimentos somam mais de R$ 102 milhões. A previsão para execução é de três anos.

As usinas integram o programa Territórios Pela Paz, que consiste em um amplo esforço do governo estadual para a diminuição da vulnerabilidade social e o enfrentamento das dinâmicas da violência, a partir da articulação de ações de segurança pública e de cidadania.

Sudeste Paraense – O segundo termo de cooperação assinado entre o Governo e Vale tem por objetivo implantar ações de fortalecimento da segurança pública em Canaã dos Carajás, Curionópolis, Marabá, Ourilândia do Norte, Parauapebas e Eldorado dos Carajás, municípios abrangidos pelas operações da mineradora no sudeste paraense.

O acordo permitirá apoio nos deslocamentos de tropas em missões, além de suporte logístico e material para outras ações de segurança e inteligência das policias Civil e Militar. Esse apoio poderá se estender ao Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), da Polícia Militar, em especial aos municípios contemplados. O convênio poderá ainda atender outros municípios, conforme definição da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará (Segup), que será responsável pela coordenação e execução do projeto.

O investimento para este convênio será de R$ 3,1 milhões e terá duração de um ano e seis meses, podendo ser renovado por igual período. Por: Agência Pará.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *