25 de junho de 2021

CAOS NA VOLTA DO FERIADÃO

No retorno de Salinópolis para Belém do Pará, hoje, o trânsito estava fluindo bem para quem saiu às 9h da manhã, como eu, apesar da chuva fina e do estado ruim das rodovias PA-124 (de Salinas ao trevo de Santa Luzia), PA-324(do trevo de Santa Luzia até Santa Maria do Pará) e a BR-316. Mas a partir do entroncamento com a PA-391 (de acesso à Ilha do Mosqueiro), em Benevides, de repente o trânsito parou. Foram cinco horas e meia para cobrir o percurso total de 240 Km, e isto porque em Marituba escapei pela Av. Independência até o centro de Belém.

Assisti a todo tipo de imprudência e infrações das leis de trânsito, apesar dos muitas viaturas da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Rodoviária Estadual, Detran-PA e Polícia Militar. Ultrapassagens perigosas em locais proibidos, carros, motos, ônibus e até carretas trafegando em alta velocidade pelo acostamento (que deveria estar livre para a passagem de seis ambulâncias e até um veículo da perícia criminal – vi dois acidentes, um de colisão simples e outro envolvendo uma ambulância, com um corpo estendido no leito da estrada). Um carro subiu na calçada e foi seguido por um ônibus, e o motorista só voltou para a pista porque a calçada acaba bem ao lado do prédio da Emater-PA, onde há um fosso em frente. Pedestres e ciclistas atravessavam a rodovia em meio ao mar de veículos. Caos. Selvageria. Salve-nos, quem?!

A foto é meramente ilustrativa.

Por Franssinete Florenzano

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *