15 de junho de 2021

BRAÇO DIREITO DE HELDER BARBALHO É PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL

OPERAÇÃO PARTIALIS

Através de desdobramentos da Operação Partialis, que investiga crimes de desvios de recursos públicos federais, a Polícia Federal prendeu na manhã de hoje (18), por volta das 06h da manhã, em sua mansão localizada em Brasília. João Salame é um dos braços direitos na campanha de Helder Barbalho para Governador do Estado do Pará.

João Salame Neto foi preso sobre acusação de desvio de verbas destinadas para aquisição de gases medicinais em Altamira, Brasília e Marabá. Sua prisão foi expedida pelo juiz federal Heitor Moura Gomes que decretou a prisão preventiva na forma de Medida Cautelar.



As investigações que tiveram início em uma operação denominada Asfixia, em 2016, trouxeram a tona um esquema de desvio de dinheiro público através fraudes licitatórias para aquisição de gases medicinais promovidas pela prefeitura de Marabá. O esquema consistia na cobrança de valores pelos servidores públicos em troca de facilidades no recebimento de valores atrasados.

Ao todo, de acordo com levantamentos feitos pela equipe de investigação, mais de R$ 2 milhões de reais foram desviados.

Informações não oficiais afirmam que Helder Barbalho (MDB), candidato ao governo do estado que disputa o segundo turno com Márcio Miranda, teria garantido a Secretaria de Saúde a João Salame caso vencesse as eleições deste ano.

Comentários do Facebook


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *