20 de junho de 2021

PLÁGIO NA CAMPANHA DE HÉLDER BARBALHO REVELA FALTA DE CRIATIVIDADE DE SUA EQUIPE

ELEIÇÕES 2018 NO PARÁ

A propaganda eleitoral começou nessa sexta-feira (31/8) no rádio e TV e com ela, obviamente, as produções publicitários criadas com o intuito de sensibilizar o público e convencê-los para conquistar o tão precioso voto. A importância de publicitários competentes e criativos (e honestos também) é algo indiscutível. A falta de criatividade, por exemplo, faz e fez com que alguns trabalhos de outras campanhas eleitorais fossem “copiadas” de forma descarada. Veja o caso do candidato ao Governo do Estado do Pará, Hélder Barbalho que “copiou” Flávio Dino do Maranhão.

Na corrida eleitoral vale tudo para os figurões da política. O objetivo é claro, conquistar a confiança do eleitorado. Então, são investidos rios em dinheiro em campanhas publicitárias que são apresentadas na tv e no rádio durante o Horário Eleitoral Gratuito, regulamentado pela Lei nº 9.504/97. Os publicitários desempenham papeis cruciais no jogo eleitoral. A criatividade é importantíssimas para criar a melhor imagem e levar a mensagem de forma mais clara e objetiva de confiança ao público eleitor. Mas muitas vezes a criatividade falta, então se copia de outros, o que se caracteriza como plágio.



Isso aconteceu com Hélder Barbalho (MDB) que, de forma escancarada e nada sutil, sua equipe supostamente copiou as ideias utilizadas na campanha do Governador do Maranhão, Flávio Dino, nas eleições anteriores (2014). Pelo menos é o que vem a mente ao assistir as duas obras. É bastante clara a semelhança da obra publicitária onde há um carteiro que se dirige a vários pontos simples e populares do estado para entregar cartas com mensagens de esperança e comprometimento do candidato. O texto parece copiado!

Confira os dois vídeos e compare.

FLÁVIO DINO (ELEIÇÕES 2014)

HÉLDER BARBALHO (ELEIÇÕES 2018)

Comentários do Facebook


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *