14 de junho de 2021

Mais de 100 presos já foram qualificados pela casa penal de Parauapebas

Foram oferecidos cinco oficinas de artesanatos aos presos do Sistema Carcerário de Parauapebas que tiveram a oportunidade de aprender a confeccionar luminarias em PVC, bonecas em tecido, semi joias, artesanato em pneus e sandálias.

As oficinas foram oferecidas aos presos pela Susipe em parceria com a Associação Ypê Arte e Cultura que ministrou os oficinas aos internos. O projeto contou ainda com o apoio da Secretaria da Mulher.



A intenção da casa penal é qualificar 100% dos presos com a oferta de cursos e oficinas que são destinados aos presos como incentivo à mudar de vida.

É através dos cursos que a Susipe espera reduzir o número de presos reincidentes, dando a oportunidade a eles de recomeçar e mudar de vida, não mais voltando para o mundo do crime.

” O objetivo da Susipe é também com esses cursos e oficinas garantir a ressocialização, para que os presos ganhem a liberdade e possam ter uma vida digna lá fora, longe do crime. Esse é o foco do sistema penal a ressocialização e a reinserção social dos internos.” Destacou Murilo Souza, diretor da Susipe de Parauapebas.

Ao final dos cursos os internos recebem um certificado que comprova que eles estão aptos para o mercado de trabalho.

Desde que iniciou o projeto na casa penal de Parauapebas, mais de 100 presos já foram qualificados e alguns já estão colocando em prática fora da cadeia o que aprenderam no período em que estiveram presos.

Em Parauapebas, a Susipe já conta com histórias de superação e sucesso nos negócios com ex-internos que escolheram recomeçar e se tornaram empreendedores através da oportunidade que tiveram enquanto estiveram presos.

O objeto da direção do Sistema Carcerário do município é que até o fim do ano novos cursos sejam oferecidos, mudando assim a realidade dos presos e garantindo mais segurança à população.

Comentários do Facebook
Share