20 de junho de 2021

Remo supera o Paysandu e larga na frente na decisão

O Remo venceu na tarde deste domingo o Paysandu por 2 a 1 no estádio Mangueirão, em Belém, e largou na frente na decisão do Campeonato Paraense 2018. A partida foi válida pelo jogo de ida da final do Estadual.

Isac abriu o placar para o Remo, mas Cassiano deixou tudo igual ao final do primeiro tempo. Já, na etapa final, Rodriguinho garantiu a vitória do Remo.



Com o resultado, o Remo joga por um simples empate para conquistar o título. Já o Paysandu precisa vencer por mais de um gol de diferença para ficar com a taça. Caso o Papão vença por um gol de diferença, o duelo será decidido nos pênaltis.

As duas equipes voltam a campo no domingo, às 16 horas, no estádio Mangueirão, em Belém.

O jogo – Dono da melhor campanha da primeira fase e com duas vitórias no clássico RePa nesta temporada, o Remo entrou em campo confiante em mais um bom resultados. O problema é que faltou combinar com o rival. Isso porque o Paysandu entrou eletrizante e poderia ter aberto o placar já no primeiro minuto, em uma finalização de letra de Cassiano, que acabou desviando em Mimica e foi pela linha de fundo.

Mais tarde, com 19 minutos, Moisés recebeu dentro da grande área e experimentou uma finalização com força, exigindo uma bela defensa de Vinícius. Mas a resposta do Remo veio sorrateira, aos 29. Em cruzamento pelo alto, Edimar se enrolou com Jayme e o árbitro assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, Isac deslocou o goleiro Marcão e mandou a bola para o fundo das redes, abrindo o placar da grande final.

Jogando melhor e pressionando, o Paysandu encontrou o gol de empate aos 40 minutos, para alívio do torcedor bicolor. Perema arriscou uma jogada individual em cima de Mimica, mas acabou derrubado dentro da grande área. O árbitro assinalou uma nova penalidade máxima, desta vez para o time da casa. Cassiano bateu com força, na lateral do gol, para deixar tudo igual no Mangueirão. O goleiro Vinícius voou na bola, mas não conseguiu alcançar.

Assim como aconteceu na etapa inicial, o Paysandu voltou para o segundo tempo controlando o jogo e buscando a virada. Com 23 minutos Mateus Muller acertou um belo cruzamento para Walter desviar de calcanhar. Por pouco a bola não morreu no fundo das redes. Depois, com 26, Fábio Matos recebeu dentro da grande área, girou em cima da marcação e chutou em cima de Mimica. O time da casa ficou pedindo pênalti, mas o árbitro não marcou nada.

Mas o Remo novamente precisou de apenas uma oportunidade de perigo para conseguir decretar a sua vitória no Mangueirão. Rodriguinho teve espaço no meio, foi ganhando confiança e arriscou uma finalização com força de fora da grande área. A bola foi firme e morreu no fundo das redes, sem nenhuma chance para o goleiro Marcos Milanezi. No finalzinho, aos 43, Vinícius ainda defendeu um bola cabeceio de Walter para assegurar a vitória.

Ficha Técnica
Paysandu 1 x 2 Remo
Local: 
estádio Mangueirão (em Belém);
Data: 01/04/2018 (domingo);
Árbitro: Raphael Clauss (SP);
Assistentes: 
Fabrício Vilarinho (GO) e Rogério Zanardo (SP); 4º árbitro: Wasley do Couto Leão (PA);
Gols: Isac aos 29′ e Cassiano aos 43′ do 1º tempo; Rodriguinho aos 33′ do 2º tempo;
Cartões amarelos: Danilo Pires, Edimar e Maicon Silva (Paysandu); Esquerdinha, Felipe Recife, Gustavo e Isac (Remo);
Paysandu
Marcão; Maicon Silva (Matheus Silva), Perema, Edimar e Matheus Muller; Cáceres (Fábio Matos), Danilo Pires e Moisés; Mike, Cassiano (Willyam) e Walter. Técnico: Dado Cavalcanti.
Remo
Vinícius; Gustavo, Bruno Maia, Mimica e Esquerdinha; Dudu, Felipe Recife e Adenilson (Rodriguinho); Felipe Marques (Jayme), Isac (Jefferson Recife) e Elielton. Técnico: Givanildo Oliveira.

 

Futebol Norte

Comentários do Facebook
Share