24 de junho de 2021

Radialista Nonato Pereira e mais quatro são presos acusados de fraudes

O secretário de Administração de Vitória do Xingu, sudoeste do Pará, Joel Shiqueru Yamanaca, foi preso na quarta-feira (4) numa operação do Ministério Público do Pará (MPPA) e da Promotoria de Justiça de Altamira. Outras quatro pessoas foram presas em Belém.

De acordo com o MPPA, os empresários Alberto Pereira de Souza Junior e Washington Luiz Dias Lima; o radialista Raimundo Nonato da Silva Pereira e a advogada Angélica Laucilena Mota Lima são investigados por fraudes em licitações no município. O prejuízo aos cofres da cidade, segundo o MPPA, ultrapassa R$ 5,6 milhões.

Outros dois suspeitos ainda não foram localizados – o atual vice-prefeito e ex-secretário de educação, Murilo Souza, e o ex-pregoeiro da prefeitura, Marcelo dos Santos Marreiros. Ambos tiveram a prisão preventiva decretada, mas ainda não foram localizados e são considerados foragidos da Justiça. O presidente da Comissão de Licitação, Nilton do Socorro Filho, foi suspenso do cargo por medida cautelar.
A operação contou com apoio do Grupo de Atuação Especial de Inteligência e Segurança Institucional (GSI). As investigações apontam que os suspeitos formaram uma associação criminosa para executar contratos fraudulentos com uma empresa. Os presos foram encaminhados ao Centro de Perícias para realizar corpo de delito. Em seguida, custodiados junto à Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe).
A prefeitura de Vitória do Xingu disse que acompanha as investigações. Sobre as prisões, a prefeitura disse que não vai comentar os casos por se tratar de outro mandato e que cada citado está respondendo na esfera civil. A assessoria informou que vai aguardar e acatar quaisquer que seja a decisão judicial em relação aos investigados.
Comentários do Facebook
Share