21 de junho de 2021

Enchente, decorrente das fortes chuvas nos municípios, deixam moradores ilhados em Parauapebas

A última enchente que assolou aos moradores do município de Parauapebas foi no ano de 2009, desde então a cidade de Parauapebas não sofria tanto com as chuvas do inverno paraense.

Na tarde desta sexta feira A Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi) realizou uma coletiva de imprensa para esclarecer como está sendo feito com as famílias que foram atingidas pelas enchentes destes últimos dias.
Segundo Wanterlor Bandeiras, 200 famílias já foram retiradas das localidades afetadas pelas chuvas no municipal e que neste período o rio teve um aumento do de 11,61 metros.
“Se as chuvas continuarem neste ritmo na região vamos ter que decretar estado de calamidade” diz Wanterlor.



A atual coordenação da Defesa Civil, Jales Santos, ressalta que o órgão está trabalhando desde o dia 6 de janeiro, com o início do inverno e que as águas atingiram 17 km de extensão dentro do município de Parauapebas.
“A defesa civil juntou forças com diferentes secretarias do município para atender a todos os atingidos pela crescente das águas” diz coordenador da Defesa Civil.

Uma das festas mais popular do Brasil começou nesta sexta-feira com a escolha da Musa do Carnaval 2018 aqui em Parauapebas, nas redes sociais, varias pessoas reclamam que a festança deveria ser suspensa e que o dinheiro deveria ser revertido para amenizar está situação com as enchentes.
O secretário de cultura explicou na noite de abertura do carnaval no Centro de Desenvolvimento Cultural(CDC), que não tem como cancelar a festa do carnaval, mas a secretaria municipal está realizando uma campanha para arrecadar mantimentos para ajudar estas famílias que perderam todas suas coisas neste desastre ecológico.

SOLIDARIEDADE

Comovidos pela situação destas pessoas que estão sofrendo com as chuvas na região, a associação Amigos que Brilham suspenderam as atividades em comemoração ao carnaval, e começaram uma campanha de arrecadação para ajudar essas famílias que estão desabrigadas no município por causa das fortes chuvas.
Estrela ressaltar que além das arrecadações Associação Amigos que Brilham coloca à disposição à comunidade os serviços médicos oferecidos pelo Instituto.
“Neste momento não importa religião, cor e partido político, agora o que importa é o amor e a vontade de ajudar a estas pessoas que estão sofrendo e necessitando de uma mão amiga” diz Estrela

O sistema carcerário de Parauapebas procurou a Defesa Civil para oferecer ajuda na doações de coleções e roupas para estas famílias.
Murilo Souza diretor do sistema penitenciário entregou na manga deste sábado 10 de janeiro, roupas, colchões, brinquedos e lençóis para a defesa civil que distribuirão para as 11 famílias que estão utilizando o abrigo do município.
“Estas roupas e cobertores foram arrecadados na campanha de natal, e como estas pessoas estão necessitado nada melhor que ajudar doando este material para estas pessoas” ressaltou Murilo.

PREFEITO DECRETA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA EM PARAUAPEBAS

Na tarde deste sábado, 10, o prefeito Darci Lermen decretou situação de emergência/estado de calamidade pública em Parauapebas em decorrência da enchente que deixou centenas de famílias desabrigadas ou desalojadas.

A assinatura do documento foi no gabinete do secretário de Segurança Institucional, Wanterlor Bandeira. Também estiveram presentes a secretária adjunta de Segurança, Eliane Andrade, o coordenador da Defesa Civil, Jales Santos, o secretário de Assistência Social, Jorge Guerreiro, e a adjunta Suely Guilherme.

Com o decreto, o município tem a possibilidade de liberar o recurso que for necessário para atender as famílias e garantir estrutura adequada para as equipes da Defesa Civil.

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

PARAZÃO TEM DE TUDO/Adersen Arantes

Comentários do Facebook
Share