7 de março de 2021

Dentista faz alerta sobre a transmissão do novo Coronavírus pela saliva

Além do beijo, a contaminação se dá por compartilhamento de objetos pessoais como copos e talheres. Com o aumento de casos de Covid-19 em todo o país, especialistas reforçam que lavar as mãos e usar máscaras são fundamentais, mas não são os únicos cuidados que as pessoas devem ter. Com os estabelecimentos abertos e o retorno das aulas presenciais, é preciso estar atento que gestos simples podem causar contaminação.
O alto grau de transmissibilidade do vírus pela saliva é um dos motivos de atenção de Rafaela Magda, dentista do Sistema Hapvida e mestre em odontologia. “Nós devemos ter cuidado com o compartilhamento de objetos pessoais como escova de dente, garfo, faca, copos e outros objetos que tenham contato físico com a saliva”, explicou.

Rafaela Magda, dentista do Sistema Hapvida e mestre em odontologia


Rafaela reforça que, neste momento de novo pico da Covid-19, é importante evitar o contato físico mais próximo, manter o distanciamento social, lavar as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel. E nunca sair de casa sem máscaras. “Temos que ter a consciência que gestos simples como um beijinho, uma troca de carinho, um aperto de mão ou um abraço, também podem causar a transmissão do novo coronavírus”, completou.
Outras recomendações são evitar contato próximo com pessoas doentes, sempre cobrir boca e nariz ao tossir e espirrar, além de limpar e desinfectar os objetos e superfícies tocados constantemente como maçanetas, controles remoto, celular e chaves.
Sobre o Sistema Hapvida – Com mais de 6,7 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como um dos maiores sistemas de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, RN Saúde, Medical, Grupo São José Saúde, além da operadora Hapvida e da healthtech Maida. Atua com mais de 36 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 45 hospitais, 191 clínicas médicas, 46 prontos atendimentos, 175 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.

Comentários do Facebook