21 de janeiro de 2021

Robson Melo finalmente acerta a sua permanência no comando da Tuna

A diretoria da Tuna Luso confirmou, ontem, a permanência do técnico Robson Melo à frente do time alviverde para a disputa do Parazão, no qual a equipe do Souza estreia no dia 28, enfrentando o Carajás, no estádio Francisco Vasques. Dirigentes e treinador já vinham discutindo a reforma de contrato entre as partes desde o final da Segunda Divisão, no ano passado, competição que recolocou a Lusa na elite do futebol local. O encontro aconteceu à tarde, na Vila Olímpica, contando com a presença do diretor de futebol Éder Pisco, do adjunto do departamento Vinícius Pacheco, além do próprio treinador.
Quem também esteve presente na reunião foi o representante GR Sports, empresa parceira do clube desde a disputa da Segundinha. Após o encontro, Pisco deu informações sobre o trabalho que vem sendo feito pela direção de futebol da Lusa, tendo em vista o Estadual. Ele informou que o clube busca um preparador físico, já que antes mesmo do final da Segundinha, o preparador Paulo Vitor havia deixado o cargo, que acabou sendo ocupado, improvisadamente, pelo fisiologista Edson Raul, que voltará a trabalhar no seu ramo durante esta temporada.

“Por isso estamos buscando um novo profissional para ocupar a preparação física do elenco”, ratificou Pisco, informando, em seguida, que o restante da comissão técnica continua sendo a mesma do ano passado. “O Lubrax, por exemplo, continua sendo o preparador de goleiros”, detalhou. Em termos de contratação, o dirigente lembrou que a Lusa já fechou com quatro jogadores. “Já estão contratados o lateral-direito Léo Rosa, o lateral-esquerdo Marcus Vinícius, o zagueiro Daniel David, que, inclusive, começou na base da Tuna, e o atacante Índio Potiguar, que era do Juventude (do Maranhão)”, comentou.
A Tuna, de acordo com Pisco, ainda segue no mercado da bola, buscando novas peças para o seu elenco tanto no plano local como no nacional. O próximo que deve acertar com o clube, conforme Pisco, é o zagueiro de área Dedé, que já jogou no futebol local, mas que esteve, em 2020, no Vitória-BA. “É um atleta com o qual a gente vem conversando e pode ser anunciado a qualquer momento”, disse o diretor. Além de Dedé, a Lusa tenta fechar com mais um volante, dois meias de ligação e um atacante, que se juntarão aos outros novos contratados, aos remanescentes do ano passado e à garotada que deve ser promovida da base do próprio clube, que sempre se destacou por revelar grandes jogadores no Pará. Diário Online

Comentários do Facebook
Share