9 de março de 2021

Primeira obra didática Xikrín do Cateté e livro de contos sobre Serra Pelada são lançados em Parauapebas

Na quarta-feira dia (9) foram lançadosdois livros didáticos, o “Serra Pelada Além do Ouro” e o material elaborado na língua Xikrín do Cateté voltado exclusivamente para auxiliar os professores indígenas na tarefa de alfabetizar os estudantes das escolas das aldeias Xikrín do Cateté, “XIKRÍN DO CATETÉ NHÕ PI’ÔK MARI MOKRAI KADJY NA JÔ.

Sobre os livros:

O livro “Serra Pelada Além do Ouro”, foi idealizado pela professora Andréa Araújo, da escola Olga da Silva, a partir de um projeto de pesquisa de língua portuguesa realizado no período entre os anos de 2017 e 2018.
O objetivo era que seus alunos produzissem, ao final da pesquisa, um documentário sobre a história de Serra Pelada. Com o tempo houve a necessidade de ampliar a pesquisa, envolvendo também outras disciplinas como geografia, arte, matemática e história. Diante da empolgação dos alunos e da qualidade dos textos produzidos, surgiu a iniciativa para construção de um livro de contos.


Já o livro “XIKRÍN DO CATETÉ NHÕ PI’ÔK MARI MOKRAI KADJY NA JÔ é o primeiro material elaborado na língua Xikrín do Cateté voltado exclusivamente para auxiliar os professores indígenas na tarefa de alfabetizar os estudantes das escolas das aldeias Xikrín do Cateté, por meio do desenvolvimento da prática de oralidade e escrita em sua língua nativa. Obra idealizada e organizada pelos professores Bep Aka Xikrín e Katop-Ti Xikrín associados ao doutor em linguística, Lucivaldo Silva da Costa, Faculdade de Educação do Campo, da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

O lançamento contou com a presença do secretário de Educação, Luiz Vieira, que prestigiou o evento. “O governo municipal sempre incentivou esse tipo de trabalho, pois quanto mais escritores e produção tivermos melhor para nossa comunidade. O lançamento desses livros vai enriquecer ainda mais nossa cultura e fortalecer a educação dos povos indígenas em nosso município”, frisou o secretário.

“Nem sei dizer o orgulho que tenho por ter a minha história de luta divulgada no livro ‘Serra Pelada Além do Ouro’”, disse o garimpeiro Luiz Alves da Silva, homenageado na capa do livro. Sara Ribeiro, ex-aluna da escola Olga da Silva, que teve participação no livro Serra Pelada, conta como foi essa experiência: “Um dos fatores que mais me chamou atenção na história dos garimpeiros foi que as pessoas buscavam riquezas, mas se depararam com uma realidade diferente”, disse Sara.
A professora Andréa Araújo, idealizadora do livro, explicou que para a produção da obra, os alunos assistiram vários documentários antigos, fizeram pesquisas sobre o assunto e finalizaram o projeto com a ida à Serra Pelada. “A gente quis mostrar que além do ouro existe outra história, que as pessoas não dão muita atenção, que é a real situação de vida dos garimpeiros hoje”, destacou a autora.

Comentários do Facebook
Share