24 de novembro de 2020

O novo apagão no Amapá

O Estado do Amapá volto a sofrer novamente o apagão, desta vez 13 das 16 cidades do estado. As cidades afetadas são as mesmas que vivem em uma situação de racionamento desde o dia 3 de novembro, quando um primeiro apagão foi provocado por um incêndio em uma das subestações. Em nota oficial, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) confirmou que “houve novo desligamento no estado do Amapá e que está trabalhando para restabelecer a totalidade das cargas no estado o mais breve possível”.

Ver a imagem de origem


O ministro Bento Alburquerque (Minas e Energia) Prometeu o restabelecimento total da energia elétrica até o dia 13 de novembro, porém a concessionária LMTE, a empresa privada que gere o sistema, tinha até o dia 12 de novembro para apresentar um solução para o problema segundo decisão judicial – e sob pena de uma multa diária de milhões de reais. Porém, a empresa pediu prorrogação desse prazo até 25 de novembro.

O que falta no Amapá?

É bem simples, o Amapá precisa de investimento em energia solar, já que o Sol é de graça. Quase todos os produtos vêm pelas balsas e navios, e isso dificulta muito. Já que o Governo Federal está atuando para restabelecer a energia, porque não comprar placas solar? As placas solares são caras, mas estamos falando de Governo Federal.

Comentários do Facebook
Share