24 de novembro de 2020

Banpará Comunidade duplica o número de contratos após redução da taxa de juros


A linha de crédito voltada aos micro e pequenos empreendedores conta com uma taxa de 1,99% ao mês sem burocracias

O Banco do Estado do Pará apresentou, no mês de outubro, o maior volume de contratações dos últimos dois anos referente à linha de microcrédito Banpará Comunidade, voltada aos micro e pequenos empreendedores do Estado. Com a redução da taxa de juros, que passou de 3,9% para 1,9% ao mês, o Banco alcançou um crescimento de aproximadamente 52% na realização de contratos.

A média registrada pelo Banpará Comunidade era de 32 contratos mensais. Após a redução da taxa, no início de setembro, a média subiu para 76 contratos por mês, o que segundo Cindy Ornela, superintendente de Desenvolvimento Econômico e Social do Banpará, possui significativa importância para o empreendedorismo paraense, tanto na Região Metropolitana de Belém, como nos municípios do interior.

“O Governo do Estado e o Banpará priorizaram o segmento dos micro e pequenos empreendedores, que constituem um público vulnerável diante das adversidades da pandemia de Covid-19. Trabalhamos fortemente para reduzir os custos dos nossos clientes, a taxa caiu pela metade e essa iniciativa reflete diretamente na maior procura pelo crédito”, ressalta Cindy Ornela.

“O crédito consegue dá um fôlego para os pequenos negócios”, pontua Cindy Ornela, superintendente de Desenv. Econômico do Banpará

Consolidada no mercado desde 2001, a redução de custos da principal linha de microcrédito se torna fundamental para solidificar o empreendedorismo no Pará, especialmente, diante do ciclo econômico do fim de ano. “A maior parte do comércio, serviços e oportunidades de negócios poderiam ser comprometidas se não tivéssemos garantido esse incentivo neste momento. O crédito consegue dar um fôlego para o desenvolvimento dos pequenos negócios”, explica a superintendente.

Cerca de 60% do público que mais procura essa linha de microcrédito para empreender é feminino. Nilce Albuquerque, consultora de beleza e cliente do Banpará desde 2013, é uma das mulheres microempreendedoras que já garantiram o crédito, após a redução da taxa.

“É muito boa a iniciativa do Banpará em nos oferecer crédito com menos de 2% de juros, é super vantajoso. Estou investindo em kits de cosméticos de natal, para ter mais produtos a pronta entrega para os meus clientes, o que fortalece o meu negócio”, explica microempreendedora Nilce Albuquerque.

DIFERENCIAL

A grande vantagem do Banpará Comunidade é a desburocratização para o acesso. O empreendimento não precisa ter um CNPJ formalizado ou histórico de crédito. Basta que o microempreendedor esteja no segmento há seis meses. A documentação exigida se restringe ao documento de identificação oficial com foto e comprovante de residência.

“Se o empreendedor não tiver se formalizado, fazemos o encaminhamento e a orientação para auxiliar na formalização do empreendimento. Não é só o crédito pelo crédito. É um crédito com orientação aliado à educação financeira”, reforça a Superintendente do Banpará. A linha de crédito possui prazo de até 12 meses e limite de até R$10 mil na primeira contratação, além de carência de até três meses.

SERVIÇO

O produto está disponível em qualquer agência Banpará. Para mais informações, acesse o site

Comentários do Facebook
Share