24 de novembro de 2020

Polícia Civil apreende mais de 400Kg de cocaína e prende seis pessoas em Monte Alegre

Mais de 400 quilos de cocaína foram apreendidos e seis pessoas foram presas durante a Operação deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira, 23, no município de Monte Alegre, oeste do Estado. Mais de R$ 200 mil em espécie também foram apreendidos.

O entorpecente foi localizado na parte interna de uma embarcação, compartimento que possivelmente foi adaptado exclusivamente para o armazenamento da substância.

De acordo com o titular do Núcleo de Apoio à inteligência (NAI/Santarém), delegado Silvio Birro, a embarcação estava sendo monitorada desde o último sábado, 17, após ter vindo do Estado do Amazonas para que a droga fosse distribuída em várias cidades do Pará.

Segundo o delegado, as investigações iniciaram após uma denúncia. “Ao tomarmos conhecimento de que em Monte Alegre tinha uma embarcação transportando uma grande quantidade de droga, nos diligenciamos até o local e fizemos o monitoramento para localizarmos a balsa certa”, disse o delegado Silvio.

Durante o monitoramento no local, foi possível identificar uma mulher e um homem embarcando para Santarém em atitudes suspeita na quinta-feira, 22. Ao serem abordados no desembarque, foram encontrados com uma quantia de R$100 mil em espécie do qual não souberam explicar a origem. Em depoimento à polícia a mulher confessou que o marido seria o comandante da embarcação monitorada.

Após isso a polícia realizou a abordagem na balsa onde a droga estava, local onde também foram presos outros quatro homens que estavam na embarcação, sendo um deles o marido da mulher, que seria o comandante da balsa.

Ao todo foram apreendidos 447 quilos de cocaína, R$280.000 mil em espécie e seis pessoas foram presas.

Os presos e o material apreendido em Monte Alegre foram encaminhados para a Delegacia de Santarém, onde foi coletado material para perícia e realizado os procedimentos cabíveis.

Operação conjunta

A ação policial foi deflagrada pelo Núcleo de Apoio à inteligência (NAI/Santarém) após investigação realizada pela Divisão Estadual de Narcóticos (DENARC). A operação contou com o apoio do Núcleo de Inteligência Policial (NIP), Superintendência do Baixo Amazonas, Delegacia de Monte Alegre e Polícia Militar.

Comentários do Facebook