28 de outubro de 2020

Parauapebas registra duas mortes violentas na quinta-feira, (15)

A primeira, o investigadores busca informações que possa levar ao paradeiro do homem identificado por Mayson Silva, o mesmo segundo informações que estão sendo apuradas pela Polícia Civil e Militar é o autor do esfaqueamento que vitimou o jovem Salustiano Flad de Sousa Rocha, de 30 anos de idade, natural de Oeiras (PI). O crime aconteceu por volta das 08h3O, da manhã de quinta-feira 15, no interior da Galeria Central quando a vítima tomava café momento em que teria chegado ao local dois conhecidos dele instante em que um dele identificado por Mayson, pele branca, estatura mediana, trajando camisa amarela, usando uma faca de churrasco acompanhado de outro homem de pele morena clara, alto, forte usando boné, forte, aparentando ter entre 28 a 30 anos de idade, teriam
adentrado na galeria e sem contar conversa teria partiram para cima de
Salustiano Sousa o esfaqueado.

Após o crime os suspeitos saíram pela porta do fundo da galeria tomando rumo ignorado. Ainda segundo informações acusados e vítima residiam juntos em um kitnet no bairro Jardim Canadá, Parauapebas.


Um cliente disse ao Portal Parazão Tem de Tudo, que sábado passado teria apartado uma briga no mesmo local entre vítima e acusados, no entanto a testemunha não soube precisar o teor da discussão entre eles.

 



Outras informações dão conta que a cerca de duas semanas o assassino e vítima teriam sido vistos no local tentando compra um carregador de notebook. Já a versão repassada para a polícia foi que Salustiano Flad que nos últimos dias ficava pela galeria conversando e fazendo amigo e procurando trabalho por lá, teria dito que iria dividir aluguel com Maylson Silva. Até o fechamento da matéria às 16h30 a polícia ainda não tinha pistas do paradeiro dos suspeitos.

A segunda morte, foi numa intervenção policial

Um roubo de uma moto Honda Biz terminou em Intervenção policial com resultado morte. De acordo com informações o conforto entre a polícia e o adolescente identificado no dia seguinte no IML pela família ocorreu na invasão da Nova Carajás, Parauapebas.

De acordo com informações por volta de 01h45 da manhã de quinta-feira 15, o Grupo Tático Operacional recebeu informações anônimas dão conta que a moto Honda, biz, de cor lilás, placa OBV- 8511, que havia sido roubado dias antes estaria escondida no morro da invasão da Nova Carajás, instante em que mediante o relato guarnição se dirigiu ao logradouro para averiguar, ao chegar no endereço, segundo a polícia os PMs foram recebidos a tiros por um indivíduo que se encontravam escondido em um barraco, todavia mediante a injusta agressão a guarnição revidou acertando o até então desconhecido.

Socorrido e conduzido ao Protocolo Socorro do Hospital Municipal de Parauapebas (HMP) o desconhecido evoluiu óbito. Na 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas os PMs apresentaram uma barra da erva Canabis sativa conhecida por maconha prensada cerca de 900 gramas além de alguns papelotes da mesma erva preparados para comercialização, além e uma espingarda garuncha que teria sido usada pelo desconhecido contra os policiais. Na manhã seguinte o morto foi identificado pela família como sendo Weverton Alves Martins, de 16 anos de idade.

Fonte: Portal Parazão Tem de Tudo/ Com informações de Neide Folha

Comentários do Facebook